Índice
49 chapters
Capítulo 11
Eu acho engraçado o que ele diz. Mas é claro que não é ideal. Eu estava no trabalho, estou usando uma calça jeans skinny, sapatilhas e uma camisa branca de linho. Por isso estou me sentindo tão estranha aqui, principalmente quando fiquei perto de Shane e suas roupas pretas, cabelo com as pontas em tons de roxo e aquele monte de pulseiras nos braços. Na verdade quase todo mundo aqui está vestindo assim, exceto eu. Então eu me desfaço das minhas sapatilhas chutando elas dos pés em um canto. Yan ri e parece aprovar. Eu continuo me agacho e dobro minhas calças até o calcanhar, me levanto e começo a desabotoar minha camisa. Vejo ele piscar os olhos diversas vezes enquanto me olha fazer aquilo. Acabo rindo. Quando termino ele vê que estou usando uma regata preta e eu fico parada na frente dele que ainda me olha e diz: __Vai, pode continuar! Eu olho pra ele e digo: __Deixa de ser idiota, Yan. Ele ri enquanto eu me apro
Leer más
Capítulo 12
Assim que entramos no apartamento, Yan liga a TV e estão falando sobre o acidente. Ele está em um sofá e eu em outro que fica do lado. Ele olha pra TV e eu bem, acho mais interessante olhar para o jeito como ele está sentado no sofá com um braço no encosto, revelando aquela parte que vi no elevador novamente. Eu não faço ideia de porque deixá-lo daquela forma aquela hora sobre o skate me deixou assim como se eu quisesse deixar ele daquela jeito novamente. Droga Sky! Que merda é essa que você está sentindo agora? Ele já resolveu tudo com aquela garota aquela hora, não foi? E eu me pego pensando nisso, mas depois eu penso novamente que fui eu que o deixei daquele jeito como na primeira vez que nos encontramos. E eu me lembro de como era,macio e... __Quente! Yan olha na minha direção e pergunta: __O que é quente? Juro que não tenho cor alguma no rosto,mas ela já está voltando com tudo e me deixando totalmen
Leer más
Capítulo 13
Mas eu não me importo muito com isso, porque me lembro de outra coisa: __Mas você deu um jeito nisso bem rápido  com a ajuda da sua amiguinha Shane! Ele me olha surpreso. __Como é? Eu não respondo de volta,só fico encarando de volta, enquanto sinto toda aquela raiva voltar. Ele ri do que eu disse. Mas eu ainda estou séria. Ele então diz: __De onde você tirou isso? Quer dizer,ela não fez nada comigo,nossa nem consigo imaginar isso. E bem,se alguém tivesse feito eu não... Ele agora tem um sorriso no rosto e continua: __Espera aí...você está com ciúmes da Shane? Ouvir alguém dizer algo que ainda nem consegui admitir pra mim é realmente frustrante, então não digo nada,só me sinto ficar vermelha outra vez. Ele continua mais uma vez: __Como eu não percebi isso antes? Eu questiono: __Percebeu o quê? __Que você não é indiferente ao que eu sinto,você também sente ciúmes de mim
Leer más
Capítulo 14
Ele ainda espera minha resposta. Finalmente encontro minha fala e digo: __Eu não vou fazer isso! Ele então se aproxima mais ficando próximo a minha orelha enquanto sua mão encontra minha coxa e ele vai subindo em minha pele levando junto meu vestido lentamente e eu fecho os olhos e um gemido escapa da minha boca enquanto sua mão vai subindo devagar e eu logo tento disfarçar,em vão. Ele diz bem próximo da minha orelha: __Então me diz uma outra forma pra você se livrar disso? Ele para sua mão,mas não a tira do meu corpo, se afasta e me olha nos olhos outra vez,agora ele é que tem um sorriso no rosto,aquele sorriso que tem me deixado de calcinha molhada e bem,agora não é diferente. Eu não acredito,mas acho que estou cogitando aceitar a proposta dele. Isso pode funcionar eu acho,mas eu não tenho agido com a razão desde a hora em que resolvi ir com ele até a pista de skate. Ele diz: __Não pense,só age. Ele pe
Leer más
Capítulo 15
Eu fico uns segundos olhando ele ali, toda essa ansiedade por senti-lo está me deixando tão necessitada dele que chega a doer no meio das minhas pernas. Coloco minha mão em seu peito, faço ela descer lentamente e sinto ele prender a respiração mais uma vez, quando paro no cós da sua calça. Abro o botão e desço o zíper, em seguida deslizo-a para fora do seu corpo e jogo-a em algum canto do quarto. Bem, agora estamos quites em quantidade de roupa, eu diria.                                                     Eu vou até perto dele outra vez e coloco minha mão em sua boxer. Vou descendo minha mão devagar por dentro, enquanto digo: __Você pediu que eu terminasse o que comecei aquele dia... Leer más
Capítulo 16
Acordo e olho no relógio,são sete da manhã. Pego minha roupa que já não está mais ensopada da chuva de ontem e me visto. Passo pelo quarto dele e pelo silêncio no apartamento, imagino que ele provavelmente ainda dorme. Pego meu celular e chamo um táxi. É estranho ainda não conseguir pensar muito bem no que aconteceu. Depois de ter chorado ontem,hoje acordei me sentindo estranhamente melhor. Talvez o Yan tenha mesmo razão e tudo vai ficar normal agora. Escolho pensar assim. ... Chego em casa e resolvo arrumar  uns livros na estante, em seguida começo a dobrar umas roupas que estavam no varal. Também escolho outras roupas para lavar.   Eu só quero manter minha mente ocupada e funciona, porque assim que termino vejo que já são meio-dia. Estou com fome,mas ao mesmo tempo com preguiça de cozinhar. Decido que vou dar uma volta no shopping e comer alguma coisa por lá  mesmo. ... Depois de olhar umas
Leer más
Capítulo 17
__E o Yan? A pergunta dele me pega de surpresa,  enquanto pego um suco na geladeira pra ele. __Hã? __Eu cheguei de viagem e vim direto pra cá. __Ah,ele está bem. Vi ele hoje mais cedo. Ele gosta de ouvir isso e diz em seguida: __Você quer ir pra casa comigo agora? Já é quase hora de fazermos alguma coisa para o jantar. Não quero ter que ir pro apartamento do Matt agora é encontrar o Yan lá,provavelmente com aquela garota. __Não,eu queria que a gente fosse naquele restaurante que a gente sempre vai,se você não estiver cansado. Ele me olha e sorri. __Okay. Eu só vou em  casa tomar um banho e passo aqui pra te pegar. Ele toma o suco,me dá um beijo rápido  e sai pela porta. Eu queria realmente decifrar o que estou sentindo agora, porque não sei se gosto de me sentir assim.                 
Leer más
Capítulo 18
Chego no trabalho às 1:30 da tarde. E bom manter a mente ocupada para não pensar bobagens. Parece que é a única coisa que funciona. O problema é que aqui hoje está tudo tão monótono e o Kevin, um dos diretores da empresa onde trabalho,  resolveu dar uma de suas reuniões chatas,nas quais a gente viaja pelo universo enquanto ele discute sobre os  gráficos apresentados nos slides. Eu tento prestar o máximo de atenção possível e esvaziar minha mente de besteiras focando nos gráficos. ... Eu chego em casa e Matt me liga.  Não vamos nos ver hoje porque ele tem trabalho do trabalho pra resolver em casa. E eu me pego achando melhor não ter que ir até lá, para não encontrar com o Yan. Eu não gosto disso que estou sentindo. ... Vejo um pouco de TV enquanto estou já debaixo do cobertor. Olho pra TV,mas a minha mente está totalmente longe de seja lá qual for o nome do filme que está passando. Desligo a TV e resolvo i
Leer más
Capítulo 19
Ela agora está sentada no sofá com as pernas no colo dele. Eles estão em um beijo lento enquanto ela segura o rosto dele. Ele tem uma mão em volta cintura dela, enquanto aperta em algumas partes e a outra mão está em uma de suas coxas onde ele alisa devagar enquanto vai subindo até encontrar a saia que ela usa e ele sobe sua mão devagar por debaixo do tecido e... Ele abre os olhos e olha na minha direção. Me viro instantaneamente. Meu rosto está queimando. Droga!  Eu não acredito que ele me pegou olhando pra eles ali. Termino de secar os copos e saio da cozinha passando pelos dois e apenas olhando rápido e dizendo boa noite,mas mesmo rápido, posso jurar que Yan está mordendo um sorriso enquanto diz boa noite de volta e eu quero muito desaparecer agora. ... Acordo, olho para o lado e vejo que Matt dorme profundamente. Estou com sede e me levanto pra tomar um pouco de água na cozinha. Na verdade eu estou com fome tam
Leer más
Capítulo 20
Engulo em seco. Ele parece sério. Ele está se aproximando mais e... __Yan? A voz da Tracy ecoa pelo apartamento mesmo que ela esteja falando baixo e nos faz voltar a nossas devidas posições na cadeira. Estou totalmente  desconcertada outra vez e dessa vez acho que Yan também está. Ele responde: __Estou aqui linda. Ela vem até onde estamos. __Ai,quero um também. Ela pisca pra ele enquanto completa: __Você me deixou com fome. Argh. Agora eu perdi minha fome. E me odeio um pouquinho mais por estar  com inveja dela.                                                  Ela se senta na cadeira ao lado dele e ele prepara um sanduíche pra
Leer más