Índice
24 chapters
10
                Os anos seguintes da minha vida foram tranquilos.                Luzia e eu morávamos em uma casa que construímos no terreno dos meus pais, pequena, mas muito aconchegante. Todos os dias ela se levantava suavemente para preparar o café da manhã antes de eu seguir para a venda do meu pai, onde continuei trabalhando por muito tempo.                Pensei que o aspecto físico da minha vida de casado seria mais difícil, já que nem de longe Luzia era interessante para mim como Max, mas tudo pareceu muito simples quando percebi que tinha uma imaginação muito boa. Com certeza não era a melhor das experiências para minha esposa, mas como ela também não parecia nutrir grande interesse
Leer más
11
               A vida, sozinho, tornou-me meio triste. Mas Julian, quando presente, afugentava qualquer tristeza para muito longe. Depois de um período de confusão, até de rebeldia, pela separação e o novo padrasto, ele voltou a ser o mesmo garoto amoroso de sempre.                No mais, minha vida pessoal era uma sequência de encontros furtivos quando esbarrava com alguém verdadeiramente interessado, como acontecera com Matheo no que me parecia a vida de um outro Oliver.                Ninguém, porém, fez com que eu sentisse algo nem próximo do que senti com Max nos dias em que estive no Hotel Evans e, depois de um tempo, cansei de buscar algo que claramente não estava destinado a ter. &nbs
Leer más
12
                  Quando Max afastou seu corpo do meu, nós dois estávamos ofegantes. Era como voltar ao passado, mesmo que nossos corpos estivessem diferentes, ainda reagiam um ao outro da mesma forma de quinze anos atrás.                - Não acredito que você está aqui. – ele segurou meu rosto com as mãos, unindo nossas testas.                - Também não consigo acreditar que é verdade. – coloquei minha mão em cima das dele.                Nada tinha mudado. Tínhamos casado, tido filhos, envelhecido... Mas eu ainda estava perdidamente apaixonado por ele. Essa constatação me balan&cced
Leer más
13
                  Ficamos abraçados em silêncio por um longo tempo, minha cabeça apoiada em seu peito e nossas pernas entrelaçadas embaixo das cobertas. Apenas sentindo a presença um do outro depois de tanto tempo.                - Você esteve com outras pessoas, não é? – Max perguntou, tentando soar casual.                - Não me leve a mal. – eu precisava ser sincero – Mas, sim.                - Eu não levo. – ele podia sentir ciúmes ao imaginar isso, mas verdadeiramente não me condenava nem um pouco.             &n
Leer más
14
                 Naquela noite não conseguir prestar atenção em nada. Julian me contou alguns casos da escola, mas tudo que eu conseguia era acenar com a cabeça enquanto tentava imaginar como Max estaria se saindo na conversa com Amélia.                Quando meu menino começou a cochilar, decidi leva-lo até a cama, onde rapidamente começou a se aninhar entre as cobertas.                - Pai? – me chamou de olhos fechados, puxando a coberta até o queixo.                - O que foi? – sussurrei me aproximando novamente.                - Eu
Leer más
15
                Max não voltou, mas recebi uma visita inesperada.                Quando escutei as palmas na rua, apenas fui atender, sem jamais imaginar que a veria ali, parada e de queixo erguido. Completamente perfeita como há quinze anos, me olhando de cima para baixo, mesmo que eu fosse mais alto.                - Resolvi descobrir para onde meu marido tinha ido. – falou abrindo o portão sem que eu convidasse – Queria saber quem era a mulher que estava tentando destruir meu casamento.                Seus saltos fizeram um ruido contra o chão da varanda, onde eu permanecia completamente quieto. A conversa não tinha ido bem, dava para perceber.<
Leer más
16
                Deixar a casa, sob o olhar das pessoas nas janelas, não foi tão ruim como eu tinha esperado. Havia um certo alívio em encerrar aquela fase da vida.                Olhei ao redor, flagrando várias cortinas afastadas, e então beijei Max ali na rua. Ele pareceu surpreso, mas não me repeliu.                - O que foi isso? – perguntou quando nos acomodamos no carro.                - A cena final. – dei de ombros, imaginando o quanto os vizinhos teriam ficado chocados.                Durante todo o caminho, pensei na minha família. Já fazi
Leer más
17
                Eu estava certo, e aconteceu muito antes do que eu poderia sonhar.                Cinco anos após nossa mudança para o hotel, num dia de sol, quando eu estava atrás do balcão vendo uma porção de papéis, uma garota atravessou a porta com passos decididos.                Sua postura e feição entregaram quem era, por mais que os cabelos fossem mais claros e os olhos do tom azul exato de Max. Havia certa arrogância em sua aura que me remetia ainda mais à Amélia, e me deixou apreensivo.                - Você é Oliver. – não era uma pergunta. Ela me encarava de queixo erguido.<
Leer más
18
                Na semana seguinte, Amélia chegou no hotel.                Estava muito pior do que eu imaginava. Tão magra que todos os seus ossos apareciam sobre a pele fina e translúcida, apoiando em Annie como se mal tivesse forças para se locomover.                Ela não olhou na minha direção enquanto Max e seus filhos a acompanhavam até um quarto no primeiro andar – não sei como ela conseguiu subir as escadas -, e eu apenas observei de longe, imaginando se me sentiria mal por tê-la por perto.                - Ela está muito pior do que eu tinha pensado. – Max desceu as escadas pouco depois com uma express
Leer más
19
                Mas certamente a vida não segue o roteiro que a gente deseja escrever.                Tudo aconteceu tão rápido que nunca consegui processar direito. Em um momento era a vida seguindo, no outro o caos completo tinha se instalado e a dor me tomou tanto que pensei que jamais poderia sair vivo daquilo.                Na noite em que Julian completou vinte anos fizemos um jantar em família, apenas Max, eu e nossos filhos. Colocamos uma mesa do lado de fora do hotel, na grama, e tudo foi completamente animado.                Annie estava feliz por ter feito um bolo, sozinha, para o irmão postiço, João estava animado porque acreditava que Ju
Leer más