AMOR DROGADO

AMOR DROGADOPT

ESCRITORA  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
25Capítulos
1.8Kleituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Rômulo é um viciado em caíque deste que nasceu. Nasceu assim drogado pelo o elo com sua mãe que era usuária de drogadas. Porém Rômulo conseguia segue sua vida apesar do vicio em sua vida. Mas a vida era difícil para um usuário de drogas. Sem carreira assinada e sem um lugar físico para morar vivia em uma fabrica abandonada e fazia bicos para sobreviver e suspeita seu vício. Apesar de seu vicio era honesto e nunca usou seu vicio para pratica crimes. Diferentes de seus amigos Sandro e Duca, usuários de drogas sempre levava Rômulo para os caminhos das drogadas, porém era companheiros fieis e amigos. Até que um dia Rômulo conheceu Elaine, uma jovem mulher trabalhadora e honesta.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
25 chapters
1
Amor drogadoNa Cacaulândia uma jovem andar gravida tremendo e ansiando por mais uma tragada.Usuária de drogas a anos, sua sede era enorme, seus pacotinhos de drogadas acabou e não tinha um dinheiro para compra outro.Sem dinheiro o jeito era pede e implorar por um pouco dos outros.Mas não há bondade ou misericórdia neste lugar e um por si e a droga é só minha.As pessoas usuárias gritam com ela empurram e batem nela, mesmo assim ela insiste pede um bagulho para ela fumar.Até que um traficante há avista e pronta uma arma para a cabeça dela.- Sai daqui, está espantando meus clientes.A jovem vai se afastando por causa daquela ameaça- Eu só queria uma tragadas uma tragada...O traficante rir- Não tem dinheiro, roube mate se venda- E terá o que quer. Jovem sai muito s
Ler mais
2
Uma senhora aflita não gosta de estar perto destas pessoas drogas sai do lado de Elaine e fica uma vaga perto dela, Rômulo ver uma chance de sentar pois estava em pé muito tempo e via até lá e sentar perto de Elaine.Elaine se sente incomoda, mas fica em seu lugar, Rômulo dar umas olhadas para ela.Ela segura a bolsa com forca com medo de um assalto ali, onde tinha pouca segurança.Rômulo percebe o medo dela e rir.E diz – Não se preocupe, não sou ladrão.- Só que sentar aqui.- Me chamo Rômulo.- E você é?Elaine é rígida e diz – Desconhecida.- Com licencia já vou desce.Rômulo a deixa passar.E rir da situação.Sandro e Duca se aproxima dele.Sandro diz – Qual foi da mina?- Se ligou nela?Duca diz – Aquela manequi
Ler mais
3
Um jovem consumidor se aproxima de Rômulo e pede uma grana para compra sua droga, Rômulo mostra que não tinha mais nada, já tinha gastado e usado a droga.Rômulo era parceiro e sempre que dava dividia sua droga com amigos e parceiros da droga, era um bom parceiro.O jovem viciado fica angustiado para ter uma droga e vai ao crime para ter sua droga.Quando era tarde a noite ele decide ir para casa, Sandro e Duca ficam mais um pouco.Rômulo vem andando pelas ruas escuras e de repente ele dar de frente com Elaine, ela lembra dele e disfarça e sai do seu caminho para não passar por ele, ele ver que ela estava indo por uma rua perigosa e grita – Espera, por aí não. Elaine não o dar ouvidos, ele lamentar, e voltar a segue seu caminho, porém ele escutar um grito e corre para lá onde Elaine foi.E no canto no beco um jovem viciado ameaça com uma
Ler mais
4
O jovem viciado fica revoltado e vai para cima de Rômulo. Eles brincam para ter o controle da arma branca, ela cai no chão e vai parar no esgoto.Elaine fica no canto sem pode corre, Rômulo derruba o jovem viciado que fica com medo e foge dali.Rômulo olhar para Elaine e se aproxima e diz – Tudo bem?Elaine meia transtornada diz – Sim.Rômulo diz – Venha vou te leva até o pronto de ônibus.- Esta segura agora.- Vou fica com você até pega seu ônibus.Elaine vai com Rômulo.No caminho eles não dizem nada, e até no pronto sem dizer nada.Elaine ver o ônibus e diz – É meu ônibus.Rômulo olhar e diz – Va com deus!Elaine ia entra no ônibus e vira e diz – Obrigado.- Rômulo, né?Rômulo sorrir por ela lembrar do nome dele e diz &ndas
Ler mais
5
Elaine olhar ele e diz - Obrigado de verdade pelo o que fez por mim, depois que eu te tratei daquele jeito.Rômulo diz – Tudo bem, não sou a imagem bela de um jovem distinto.Elaine diz – Não julgar pela a aparência, é eu vacilei!- É que você e seus amigos, sabe?Rômulo diz – Sei.- Somos usuários de droga.Elaine diz – Mas vendo bem agora.- você não parece.Rômulo sorri e diz – A droga faz parte de minha vida deste que nasce.- Deste que estava na barriga de minha mãe.- Ela era viciada.- Ela morreu de overdose quando tinha dezessete anos.- E me deixou com este destino.- Nasce viciado.- É as drogas não me afetam como afetam nas pessoas.- Consigo me controlar mentalmente, não deixa de consume ela.- Sinto faltar todos os dias.<
Ler mais
6
Elaine diz – É você acertou.- Sou mineira, vim de Minas Gerais no interior.- De trabalho na cidade grande.- Estou me saindo bem.- Consegue um emprego e tenho um pequeno apartamento de aluguel.- E assim vou vivendo.Rômulo diz – deixou família lá, talvez namorado, noivo, marido, filhos.Elaine rir e di z- Só família.- Mãe, pai e irmãos, tios e primos e primas.- Somos uma família grande.Rômulo diz – Ah está me engana, que não deixou um cara apaixonado por você lá.Elaine diz meia seria – Não, apaixonado não.- Doente e violento.- Não quero falar disso, quero esquece.- E você, faz sucesso aqui com as garotas?Ela olhar Duca e Sandro olhando.Duca diz – Qual é desta mulher?- O que ela esta querend
Ler mais
7
- E só uma amiga parceira, saca?- Assim como o Sandro ali.- E você tem amigos por aqui, amigas?Elaine diz – Poucas, é diferente que lá minha terra onde nasce, onde tinha muitos amigos e amigas.- Mas tinha que segue minha vida.Eles se olham e sorriem.O metro chega aonde Elaine ia desce e ela se despede de Rômulo e desce.Sandro e Duca se aproximam meios desconfiados daquela relação que começava com uma simples amizade.Á noite Rômulo encontra com Elaine e a leva até o pronto de ônibus e eles conversam mais.E todos os dias tinha estes encontros, e a amizade entre eles crescia.Elaine não concordava coma a vida que Rômulo levava mais respeitava ele como pessoa que só estava tentando sobreviver como podia apesar do vicio.Em uma tarde Elaine o convidou para comer em uma casa de comida a quilo e eles
Ler mais
8
Uma velha senhora entra no metro e Rômulo vendo que não tinha lugar para a senhora sentar levanta e dar seu lugar para ela sentar, Elaine acha isso um encanto de humanidade da parte de Rômulo.Minutos depois uma jovem com bebe no colo entra e Elaine da o seu lugar para ela sentar.E Elaine e Rômulo ficam em pé mais satisfeitos.O metro enche na próxima parada e Elaine e Rômulo se apertam para ficarem no metro, e acabam ficando um para a frente do outro, eles se olham e sorriem, eles nunca tinham ficado tão pertos um do outro antes.Um clima pinta entre eles apesar de disfarçarem.Mais pessoas entram no metro, e ficando mais apertados e eles mais perto ainda um do outro.Rômulo e Elaine tentam resiste o quanto podem, mais era inevitável.E eles se beijam.E nem se importam com as pessoas que ali por perto, muitos acham um casal lindo, outros já n&atil
Ler mais
9
No trabalho Elaine não consegue se concerta só lembrado do que rolou entre ela e Rômulo.Ela pensar – Ai o que faço?- Não posso manter desta relação.- Não quero magoa o Rômulo ele é legal.- Mas sai de um relacionamento complicado para entra em um conturbado por drogas.- Tenho que corta o maior pela raiz e já.- É uma pena.- Ele até que beija bem e tem uma pegada, que...- Não...Elaine.- Não.Quando fica de noite Rômulo fica esperando Elaine passar e a vista e via até ela.Ele diz – Oi!Elaine diz – Oi!Rômulo a abraça e vai para beija ela e Elaine diz – Espera Rômulo temos de conversa.Rômulo a beija e diz – conversaremos!- Mais agora vem cá.Eles se beijam e encontram em um canto na parede
Ler mais
10
Minutos depois abraçados na cama de coxinha eles ainda com caricias beijando o corpo um do outro, e eles se viram e se olham.Rômulo ia beija ela e ela o segura e olhar eleE diz – Não queria confessa mais eu gosto de você, Rômulo.Rômulo diz – Você também me agrada muito Elaine.- Acho que até mais que uma droga.Ele a beijar.Um tempo depois Rômulo passou a mora com Elaine em seu apartamento.Eles seguiam uma vida juntos apesar do vício de Rômulo, ele era discreto com suas drogas na frente de vizinhos ou quaisquer pessoas amiga de Elaine e evitava trazer seus amigos Sandro e Duca para o apartamento para não chamarem atenção.Quando falava com sua família em minas gerais comentava pouco sobre Rômulo, porém a família estava ansiosa para conhece o novo membro da família.E queriam
Ler mais