Meu Namorado Bilionário II - Love, Murder & Dollar

Meu Namorado Bilionário II - Love, Murder & DollarPT

Sophy Jess  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
36Capítulos
655leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Johnny e Alice, agora recém casados, vivenciam as alegrias e as dificuldades de se adaptar ao estilo de vida um do outro, vindos de condições sociais tão diferentes. Nesta nova etapa eles também enfrentarão - junto com seus amigos Wanda, Sezão, Diego e Ed - um violento psicopata que atormentará os funcionários da Dollar S.I. Repita a experiência de ser detetive, como no primeiro livro "Meu namorado Bilionário" , e cumpra a missão principal: divertir-se.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
36 chapters
Surpresas
Já eram oito horas da noite e Valentina continuava empolgada digitando o relatório; aquele estudo renderia um saving considerável para a empresa e ela seria, com certeza, muito bem recompensada.Seu celular tocou e ela o olhou de relance, sem a intenção de atendê-lo. "Maria" piscava na tela, enquanto o aparelho vibrava."Que droga, esqueci o jantar!", pensou, e em seguida atendeu a ligação.- Oi amor, tudo bem? Sim, sim, eu ainda tô na empresa, mas logo saio. Não, é claro que não esqueci nosso jantar de aniversário. Me dá uma meia hora e te pego aí. Beijos. Também te amo.Embora tivesse pedido meia hora de espera, levou mais uma hora para terminar o documento. Conhecia sua namorada; o atraso lhe custaria, no máximo, uns dez minutos escutando uma lição de moral e tudo estaria resolvido.
Leer más
Sentimentos
Ao chegar em casa, Alice tomou um banho e logo esparramou-se no sofá. O dia de trabalho havia sido intenso e ela estava satisfeita por ele ter acabado. Se serviu da comida que sua mãe havia preparado para o jantar e após comer juntou-se à ela e seu pai na sala, para assistir a novela.Alice sabia que príncipes encantados não existiam, mas não podia negar que seu relacionamento com Johnny era digno de um belo filme de romance. Além de amá-lo demais, sentia que era imensamente correspondida. Johnny demonstrava no dia-a-dia seu sentimento por ela, preocupando-se com sua saúde, bem estar e todo tipo de realização pessoal e profissional. Parecia que eles se conheciam desde sempre, desde outra vida.Entretanto, algumas coisa precisavam ser melhoradas; Johnny visitava frequentemente a família de Alice, mas não podia-se dizer o mesmo dela. Apesar dos pais de Johnny sempre a tratar
Leer más
O Crime e o Criminoso
Haviam cerca de trinta pessoas no estacionamento da Dollar S.I., aglomeradas em volta do elevador. Metade eram policiais fardados; alguns sem farda, mesmo assim podia-se reconhecer que eram investigadores, pois olhavam tudo minuciosamente, tiravam fotos e faziam anotações. Os que sobravam eram funcionários da empresa.Ver aquela cena fez o coração de Johnny acelerar.- Céus Wanda! Olha quanta gente! Que desgraça aconteceu agora?- Calma Johnny, calma, já vamos descobrir os detalhes.Ao ultrapassar a fita zebrada que isolava o local, Johnny foi abordado.- Ei senhor, não pode entrar aqui. É a cena de um crime.- Eu sou o dono da empresa, John Dollar.- Tem algum documento de identificação?Johnny perdeu a paciência. Tirou a carteira do bolso e colocou na mão do policial.- Tá aqui ó, pega minha carteira. Todos os
Leer más
Músicas & Sons
O dia havia sido péssimo, e Johnny estava exausto.Tudo que desejava era tomar um banho e assistir algum filme na TV; gostaria de dormir, mas sabia que depois de tudo que presenciara, não ia ser tão fácil.Entrou em seu quarto e jogou a blusa na cama. Ia entrar no banheiro, mas percebeu que não estava sozinho: duas pessoas estavam lá, esperando por ele.- Garotos, vocês aqui? O que estão fazendo no meu quarto? E... por que estavam no escuro?Betinho e Willy continuaram com as expressões sérias.- Não queríamos te assustar. – respondeu Willy, e Johnny balançou a cabeça, tentando expressar que aquilo não fazia o menor sentido.- É o seguinte Johnnão - Betinho levantou da cadeira – você sabe que a gente gosta muito de você e da tia Alice né?- Sei sim. Nós também gostamos muito
Leer más
Abrindo os Olhos
Ao chegar no hospital, Johnny encontrou Wanda conversando com um médico. Enquanto ela estava tensa, ele aparentava estar extremamente calmo. "Médicos estão mais acostumados com isso", pensou. Imediatamente se integrou a conversa.- Boa noite doutor...?- Marcelo. Marcelo Casevalli. E você é?- John Dollar. A Valentina trabalho comigo.- Ah sim, sim. Já ouvi falar.- E então doutor, como ela está?- Bem, como eu estava explicando para a Wanda, ela ainda requer muitos cuidados, mas está reagindo muito bem.- Ela está consciente?- Sim. Fica um pouco confusa ao falar de algumas coisas, mas é compreensível.- Compreensível até demais, se pensarmos na violência do caso. – O comentário partiu de uma quarta pessoa que, apesar de ter aparecido de surpresa, logo foi reconhecido por Johnny: era Allan, o chefe dos inv
Leer más
Seguindo Pistas
- Saibam que não quero que ninguém se sinta obrigado a estar aqui. A ajuda que estou pedindo não tem absolutamente nada a ver com o trabalho de vocês, então, caso sintam-se desconfortáveis, podem ficar fora dessa; eu entenderei.Jhonny marcou aquela reunião tão logo saiu do hospital, onde havia conversado com Valentina. Ele sabia que a polícia estava investigando o crime, mas queria conduzir sua própria investigação. Alice não pôde estar presente; com Johnny dedicado aos desdobramentos do crime ocorrido na Dollar S.I., havia sobrado para ela resolver absolutamente tudo sobre o casamento deles, que se realizaria dali uma semana. Apesar de ser por um bom motivo, ele se sentia desfalcado sem ela.- Eu ia participar disso mesmo que você não quisesse. – respondeu Wanda.Johnny lhe retribuiu com um sorriso.- Por que será que isso não
Leer más
Digitais
Quando Johnny e Wanda chegaram na Dollar SI Allan já os aguardava.- Olá Allan. Vamos subir até a minha sala. Enquanto isso a Wanda vai levantar as informações sobre o funcionário. Qual o nome dele?Allan parecia desconfortável em passar a informação.- Eu vou passar o nome, mas enxerguem isso como um voto de confiança, ok? Só estou seguindo esse caminho porque sei que é o mais rápido para pegarmos esse desgraçado.Johnny sabia que o problema do detetive era com ele; odiava a ideia de ser considerado suspeito, mas não havia nada que pudesse fazer a respeito, a não ser colaborar em tudo que a policia solicitasse.- Eu entendo Allan, sei que é difícil confiar em mim, afinal você mal me conhece, mas vou cooperar em tudo que precisarem.- É o mínimo que espero de você, considerando que o crime oc
Leer más
Optimus
- Moldes de silicone. – concluiu Ed – Alguém deve ter tirado as digitais do Davi, enquanto ele estava vivo logicamente, num molde de silicone, e deve ter feito algum tipo de luva com elas.Como o horário de expediente já havia acabado, Johnny, Allan e Wanda haviam achado Ed já em seu apartamento.O local era pequeno e com móveis simples, mas repleto de itens tecnológicos, que eram a verdadeira paixão de Ed.- Molde de silicone? Isso me parece muito surreal! – rebateu Wanda, com cara de desdém.- Na verdade é mais comum do que vocês imaginam. Nunca ouviram falar em servidores públicos que registram o ponto de colegas, usando moldes de silicone? No núcleo privado isso acontece também.- Bem, mas se eles estão usando esse tipo de método, alguma câmera de vocês deve ter pego ele registrando o ponto no relógio.
Leer más
Derrota
O silêncio imperava entre os três. Em menos de 48 horas da investigação do crime cometido com a Valentina, Johnny, Wanda e Allan repetiram o mesmo roteiro: conversar com a polícia, conversar com os médicos, conversar com a polícia, conversar com testemunhas, conversar com a família, conversar com a vítima, e por fim conversar novamente com a polícia. Sentiam-se derrotados.- Eu não acredito que isso está acontecendo Wanda, não acredito. Em que momento as coisas começaram a ficar tão ruins e eu não percebi?- Calma Johnny, a gente vai resolver isso...Johnny parou de andar de um lado para o outro e olhou para Wanda.- Resolver? Resolver como? Como é que a gente vai resolver a situação dele?Wanda abaixou a cabeça e suspirou. Sabia que Johnny estava nervoso, senão nunca falaria assim com ela. E não podia nega
Leer más
Incômodo
Wanda sentiu a pressão cair e precisou se sentar.Os convidados ficaram confusos, sem saber se comemoravam a chegada da Alice ou perguntavam sobre o Johnny.Foi quando uma dupla apareceu correndo, empurrando as pessoas que estavam em torno da Alice, e gritando:- Tia Alice!!!Betinho e Willy a abraçaram e quase foram todos para o chão.- Cara tia, finalmente vocês voltaram, achei que cêis tinham abandonado nóis.- Que ideia Betinho, a gente está morrendo de saudades de vocês!- Esperamos presentes! - disse Willy, mostrando um sorriso entre as bochechas rosadas.- Quê isso Willão, não é hora de falar disso não... eles acabaram de voltar... a gente nem se importa com isso - Betinho chegou perto de Willy e sussurrou – vamos esperar pra perguntar depois da festa, senão esse monte de convidado zóiudo vai querer também.Leer más