O que você não me roubou

O que você não me roubou PT

Lunny's  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
16Capítulos
1.3Kleídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Após a traição do seu namorado com a sua irmã mais velha, Ester decide terminar o seu último ano do ensino médio na cidade um pouco sombria em que seu pai reside, e que um dia já foi o seu lar. Sua chegada na cidade desperta o interesse de um rapaz culpado pelo assassinato dos pais e irmãos, mas não passa de uma criança cheio de mistérios e medos com um segredo sombrio, poderia ele deixar o passado e o trauma de lado para voltar a ser feliz novamente? O que sua possível felicidade custaria?

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
16 chapters
SUMÁRIO
EPÍGRAFEAssim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio.PRÓLOGO1. Mudança2. Dia Sombrio 3. Festa4. Confusão5. Convite 6. Visita Inesperada 7. Incêndio 8. Descobertas 9. Desilusão 10. Plano11. Verdadeiro Sentimento 12. Impasse 13. Final14. Epílogo APRESENTAÇÃO Caros leitores, venho por meio dessa pequena
Leer más
Prólogo
Esse era o nosso plano, eu seria a isca para ajudar e proteger a todos que eu amo, eu estava com medo e não tinha vergonha de admitir para quem me perguntasse, mas a vida de pessoas inocentes e com futuros brilhantes pela frente estavam em jogo. Talvez se o plano não ocorresse como planejado e eu partisse para o outro mundo 一 Nunca pensei na minha morte até agora, eu esperava ter uma morte digna e ser lembrada, mas para mim seria um prazer morrer no lugar das pessoas que eu amava, contanto que os culpados também fossem pegos. Vir novamente para Viseu me fez perceber que as pessoas realmente não são nada, que julgar pela aparência e por algo que nem sabiam era normal para eles, as pessoas eram pobres de almas e não pensavam no bem das outras, mas isso mudaria assim que eles descobrissem quem realmente é o culpado. Davy Williams seria novamente feliz, e eu seria feliz por ele.   Leer más
Capítulo 1. Mudança
Minha mãe me olhava com o semblante triste enquanto dirigia o carro com as janelas abertas. Fazia 18 graus em Lisboa, um clima frio e agradável para quem gostava. Eu estava com minhas roupas favoritas — Uma blusa branca canelada de mangas, uma calça preta e uma boina, uma mistura das duas cores, sem falar do meu velho all-star branco. E aqui estava eu, voltando para o meu lugar de origem, voltando para Viseu, o lugar que eu sempre evitei nas minhas férias, diferente da minha irmã. Eram 2 horas e 54 minutos de viagem, mas o meu pai estará me esperando em Coimbra, então minha mãe não terá tanto contato com o meu pai. Eles se separaram no auge dos meus nove anos de idade, depois de 15 anos de casamento, ele acabou se desgastando, o que me deixou bastante triste, e desacreditada no amor, até conhecer ele, mas tudo mudou novamente. — Ester, Você tem certeza? — Per
Leer más
Capítulo 2. Dia sombrio
Depois de tomar café com o meu pai, seguimos para a escola o que foi um evento silencioso. Assim que chegamos na frente ele me desejou boa sorte e eu agradeci, mesmo sabendo que a sorte e eu não nos dávamos bem.Pelo o que pude perceber, a escola era enorme, com certeza eu me perderia facilmente — O local era bem iluminado, e logo no começo, existia uma recepção, o que me lembrou um hospital, um carpete acabado estava bem à frente das cadeiras, por mais que fosse grande, o prédio escolar se encontrava todo acabado. Atrás do balcão se encontrava uma mulher alta e um pouco forte, ruiva e diria que no auge dos 46 anos, ela vestia uma blusa cor de zebra, o que me fez achar tosco, as pessoas dessa cidade não sabiam mesmo se vestir.A ruiva olhou
Leer más
Capítulo 3. Festa
  O dia seguinte foi pior, mas também teve o seu lado bom. As pessoas parecem que esqueceram do meu retorno a cidade, como também não me lembraram o quão meu pai era infeliz, aparentemente, ele nunca superou a separação, se fechando para as pessoas e não permitindo que ninguém chegasse ao seu coração. Kalina sentou-se comigo nas aulas, uma coisa que as pessoas da cidade não seguiam eram regras. Descobrir que Natan e Pietro eram amigos, eles também não largaram do meu pé, na hora do intervalo, chegamos no pátio e seguimos em direção ao refeitório, enquanto eu esperava a minha comida chegar pude observar o lugar, tinha musgos pelas paredes e pequenas rachaduras no teto, não sei como a escola ainda funcionava.  No canto mais afastado do refeitório pud
Leer más
Capítulo 4. Confusão
O restante da semana foi um pouco mais calmo, tanto na escola quanto na cidade, meu pai ainda não havia me tirado o castigo, mas pelo menos eu ainda tinha meu celular, o que não era muita coisa, minha mãe me ligou duas vezes nessa semana, e combinamos que iríamos nos encontrar novamente no meu aniversário de dezessete anos, o que me deixou bastante feliz, desde que cheguei aqui, senti várias emoções diferentes, fiz amizades, e perdoei uma pequena parte do meu passado. Desde a festa, eu não tinha visto mais o Williams, nem na escola e muito menos na rua, o que era uma pena, porque eu realmente desejava, e no restante dos dias eu  realmente esperava vê-lo passar, mas era como se ele não existisse. Os meus colegas estavam bastante animados para uma pequena festa na Praia fluvial de Pouves, não seriam só eles,
Leer más
Capítulo 5. Convite
  Não preguei os olhos um momento sequer nessa noite que passou, a imagem do homem atormentava minha mente me causando arrepios, eu estava com medo e quase pensando em voltar para casa, minhas olheiras estavam roxas e fundas, e meu semblante cansado. Diferente dos dias que passaram, a manhã estava um pouco ensolarada, mesmo que ainda temessem em aparecer nuvens densas, hoje seria um tempo pouco caloroso.  Olhei pela janela e sorri, finalmente um dia de calor, mesmo que por pouco tempo. Meu pai saiu para trabalhar cedo novamente, mas prometeu estar em casa antes que eu pudesse largar da escola, morar com ele é calmo e tranquilo, como se eu fosse dona da minha própria casa, já que eu passava a maior parte do tempo digamos que sozinha.  Eu já estava pronta para ir a escola, engoli rápido uma t
Leer más
Capítulo 6. Visita Inesperada
A semana foi turbulenta e conturbada, as manchetee dos jornais desta semana só eram sobre o assassinato da adolescente Krista Leonel, no bar local onde eu estive na mesma noite do assassinato com o Davy. A escola estava em luto pela morte da garota, eu não a conhecia muito bem, mas éramos da mesma turma. Segundo a amiga que a acompanhava, ela tinha ido ao banheiro e os seus amigos que também estavam com ela notaram a demora e foi então que perceberam que ela já não estava mais no estabelecimento, mas ao fazerem as buscas pelo local, a polícia a encontrou na floresta com uma parte do crânio exposto, uma morte horrível para uma menina tão jovem. Eu não me sentia bem com tudo o que estava acontecendo, poderia ter sido eu ou até mesmo o Davy no lugar dela, aconteceu na mesma noite que eu havia ido para lá, tantas pessoas e nenhum evito
Leer más
Capítulo 7. Incêndio
 Assim que abri os olhos, percebi que eu não estava no meu quarto e nem na minha casa, quando me acostumei com a claridade do lugar, pude observar com clareza o quarto. As paredes num tom pastel me lembravam a minha mãe, as cortinas eram beges, janelas largas e uma velha cômoda de madeira no canto esquerdo da janela, a cama branca de casal e o colchão macio me deixou confortável, o guarda roupa estava coberto por um pano branco, talvez para proteger da poeira. Do quarto dava para ver um pequeno vislumbre da floresta, o que me deixou admirada com a visão. O quarto em que eu estava era um pouco familiar, tudo estava limpo, mesmo parecendo que não tinha uso. A maçaneta girou e o ranger porta de madeira escura me despertou e logo ela foi aberta, revelando um Davy com uma bandeja de comida na mão. Ele me olhava divertido, como se e
Leer más
Capítulo 8. Descobertas
Já se passaram quase duas semanas desde o incêndio em minha antiga casa, poucas vezes falei e tinha visto o Davy, ele estava me ignorando. Meus amigos vieram me ver todos os dias da semana, e sempre me traziam as atividades e trabalhos que os professores haviam passado. O assunto na cidade e na escola era sobre a minha família e a volta de Melina Lee e sua família. A polícia descobriu que o incêndio havia sido provocado por alguém até então desconhecido, eles estavam tentando encontrar a todo custo o culpado, mas nada estava adiantando. Depois do acidente na minha antiga casa, meus pais reataram o casamento e eu admito que não vejo minha mãe feliz do jeito que ela está há anos, a nossa atual casa é bastante grande, quatro quartos, sendo dois com um banheiro, e para mi
Leer más