Índice
38 chapters
Biografia
                                                      Paixão refinada                                                                     Jê Agne Copyright  © 2020 por Jê AgneTítulo original: Paixão refinadaRevisão: Shainnee e MSL Jerusa Agne mais conhecida como Jê Agne, nascida e criada em um bairro pobre de Porto Alegre, em meio a tantas adversidades começou a escrever para tentar superar uma crise de sínd
Leer más
Agradecimentos
Paixão Refinada               Dedico este exemplar para todos os amigos, revisores, parceiros e divulgadores que acreditaram e me apoiaram a realizar mais este sonho, em especial minha família, meu marido e minhas filhas que estão sempre ao meu lado me incentivando. Agradeço a minha filha, Shai, companheira de madrugadas, críticas e apoio.             Também não posso de deixar de agradecer uma grande fonte de inspiração, minha grande amiga, Cris, que da infância até os dias de hoje se faz presente verdadeiramente presente na minha vida.            Aos que em momento algum duvidaram do meu trabalho e se mantiveram firmes em todas as ocasiões, em cada conquista, em cada decepção, alegrias e tristezas.&nb
Leer más
Capítulo 1
Alice estava saindo de casa para encontrar sua mãe no final da tarde no centro da cidade quando seu noivo Luiz Alfredo chegou para convidá-la para jantar com sua família. - Boa tarde minha flor! Se soubesse que iria sair não teria vindo atrapalhar você. - Não está me atrapalhando, apenas não poderei dar a tenção para  você, não quero que minha fique me esperando. - Eu levo você e depois irei embora. - Podemos marcar de jantar outra noite. O que acha? - Com certeza. O erro foi meu de deixar para convidar em cima da hora. Alfredo a levou até a esquina do centro para não pegar movimento. - Quer que espere as duas para leva-las para casa? - Não precisa! Iremos demorar um pouco. - Está certo. Nos vemos no fim de semana! - Claro! Até mais. Volte com cuidado para casa! A doce Alice estampa em seu rosto um lindo sorriso inocente que brilha junto com seus olhos marrons que despertam os desejos mais o
Leer más
Capítulo 2
Alice acordou cedo para ir trabalhar, sua mãe já estava saindo. Ela correu para dar um beijo em Mercedes antes que ela saísse. O sol entrava através da janela cozinha e iluminava bem o ambiente, dando a impressão de estar calor na rua, mas ao contrário ventava forte mantendo a temperatura baixa.- Coloque um casaco quente quando for sair, minha filha!- Sim, mãe! Lembra-que hoje virei tarde para casa?- Sim, querida! Peça para o Alfredo esperar você entrar em casa. Esta época do ano é muito perigoso para as meninas. Não tem ninguém na rua e pode acontecer algo.- Eu sei mãe, e está perigoso para os meninos também! No fim de semana passado o filho da vizinha, foi assaltado dobrando a esquina.- Não fiquei sabendo disso!- A senhora também tem que tomar cuidado. Fico preocupada quando sai tão cedo, assim como hoje
Leer más
Capítulo 3
Ricardo Puentes estava sentado em sua cadeira pensando na noite anterior, que havia voltado para casa carregado por alguns empregados da refinaria. Seu irmão, Damião, entrou em sua sala.- Onde está seu juízo? Não pode mais continuar com essa vida! Está colocando tudo em risco com suas farras. Quando o papai partiu disse para nós cuidarmos o que era dele. Onde está seu compromisso com sua promessa?Ricardo riu. – Está enterrado à sete palmos debaixo da terra, junto no caixão do velho.- Não pode continuar com isso, irei pedir para o conselho o afastar se continuar assim!- Você não faz ideia do que é vida, caro irmão!- Faço sim! Minha vida é muito boa junto com minha família!- Vocês são uma piada!- Você e sua mãe são uma piada! Aquele presente dado para minha espo
Leer más
Capítulo 4
 O Sol já estava se pondo e estava refrescando, Alice esperava sua mãe escorada em um pilar na frente da refinaria de “Destilados Los Puentes” quando seu noivo, Alberto, parou seu carro na frente da entrada.- Boa tarde minha flor! O que faz aqui?- Vim trazer um casaco para minha mãe! Esfriou e ela não veio com roupa quente.- Mas como chegou aqui tão cedo?- Pedi para soltar antes do horário para poder ir em casa e vir para cá. Mas este não é seu horário. Ficou até mais tarde?- Sim, estamos com um novo projeto e estou ajustando o setor para dar conta das exportações.- Fico feliz por você, meu querido! Olhe. Minha mãe está vindo!Alice acenou para sua que a enxergou de longe.- Oi minha filha, o que faz aqui?- Vim esperá-la. Tome trouxe seu casaco.- Irei levá-la
Leer más
Capítulo 5
- Alice, querida! Você pode me ajudar na cozinha?- Sim, senhora Suarez!- Mamãe, hoje nós dois iremos sair logo depois do almoço para falar com o Padre Juan e marcar a data do nosso casamento!- Todo bem, Alfredo! Seu pai irá arrumar os bancos para colocar no quintal. Alice! A Joana esteve aqui no domingo, e me disse que irá decorar somente o local da cerimônia que no salão da festa não será ela.- Realmente, eu havia pedido para ela fazer tudo, mas ficará muito ruim para poder se arrumar. Terá pouco tempo para isso. E como irei ganhar toda a decoração da dona da floricultura, achei justo permitir que a nora dela decore o salão. Elas querem me dar como presente.- Que pessoas boas! Você tem sorte Alice, querida! Casar com meu filho e trabalhar com pessoas assim!- Mamãe! Eu tive sorte quando conheci a Alice. – Disse Alfr
Leer más
Capítulo 6
Clóvis agarrou Ricardo pela gola de sua camiseta, arrancando-o de sua cadeira por cima da mesa, o que causou uma grande bagunça, pois todas as coisas que estavam em cima foram derrubadas no chão.- Seu imbecil!Ricardo segurou as mãos de seu irmão.- Me largue! O que está pensando?Neste momento entra Damião tentando separá-los.- Acalme-se Clóvis! Tenho certeza de que há uma razão para essa atitude.Ricardo riu se afastando dos dois.- Não há!- Como não? O Alfredo é meu braço direito, sabe todo funcionamento da refinaria do início ao fim. Como irei tocar tudo sem ele?- Não irá! Irei pessoalmente até a casa dele para conversar. Se não tem motivos para demiti-lo, farei com que ele retorne.- Ele não quer mais voltar.- Eu irei tentar mesmo assim. Nossas e
Leer más
Capítulo 7
 - Como assim a Alice não pode se casar, padre?- Eu não encontrei nenhum registro do nascimento dela, certidão de nascimento, batismo ou qualquer coisa que comprove a existência dela, Alfredo. É como se a Alice não tivesse nascido!- Mas como não? Eu a vi crescer correndo com minhas irmãs. Isso está errado padre!- Eu entendo que tenha algo errado, por isso chamei-o aqui. Precisa resolver isso o quanto antes, caso contrário não poderei realizar o casamento dos dois.- Eu irei resolver, padre! Só por favor não diga nada a ela, não quero que fique se preocupando com isso.- Eu não falarei se ela não me perguntar, não posso mentir.- Omita, padre!- Omitir eu até posso, mas não irei esconder caso ela me questione algo.- Eu irei garantir que ela não irá perguntar.- Tudo bem
Leer más
Capítulo 8
- O que uma moça bonita como você faz parada aqui?- Estou esperando minha mãe, senhor Ricardo!- Me chame apenas de Ricardo!- Sim senhor!- Podemos tomar um café, acho que ela irá demorar um pouco.Ricardo trancou Mercedes em sua sala quando soube que Alice estava na frente da refinaria a esperando. E para soltá-la naquele horário somente ele ou Damião, que não faria isso, pois Ricardo se certificou que ele estava na produção no momento e que levaria mais de uma hora para retornar.Alice pensou um pouco e resolveu então aceitar e tomar um café com Ricardo.- E como foi seu dia?- Hoje foi bem agitado! Tem um aniversário muito grande, ficamos envolvidas nos arranjos da festa. Quase não conseguimos almoçar.- Você gosta de trabalhar na floricultura?- Eu amo aquele lugar. Acho que não h&aacut
Leer más