Índice
139 chapters
Capítulo 11
- Bom dia! - Disse Carolyne sentando despretensiosa numa cadeira na frente dos irmãos.- Bom dia! - Disse Gael ajudando sua irmã a disfarçar as lágrimas.- Bom dia! - Falou Lana se ajeitando na cadeira e enchendo sua xícara pela quarta vez. - Meu Deus como você consegue acordar tão linda e disposta desse jeito? - Falou tocando nos cabelos da irmã bagunçados. - Como ela consegue? - Indagou virando para o irmão.- Eu já nasci pronta. - Respondeu Carol aceitando um copo de suco do seu irmão. - Apesar que eu prefiro quando meus cabelos estão lisos...- O que? Tá brincando? Carol seus cabelos são lindos assim, esse ar que acabei de acord
Leer más
Capítulo 12
- Obrigada por tudo mais uma vez senhor Josh. - Disse Lana apertando a mão do corretor.- Ora! O prazer foi todo meu senhorita. - Disse lhe entregando seu cartão. - Estou as suas ordens.- Isso foi fantástico. - Disse Gael apertando suas mãos. - Definitivamente a venda mais rápida que eu vi ser realizada.- Ele é o gênio da lâmpada de Nova York como prometera. - Falou Carolyne. - Será o suprassumo dos corretores agora se encontrar o apartamento para minha irmã morar.- Pode deixar comigo, em três dias resolvo isso. - Respondeu o corretor. – Tenho exclusividade nessa cidade. Por mais que seja difícil encontrar apartamentos de alguns que ainda nem for
Leer más
Capítulo 13
- Achei uma excelente ideia o Gael ir dá uma olhada desde já nos móveis novos, assim podemos nós duas fazer nossas compras em paz. - Falou Carolyne animada com sua irmã andando pelo shopping.- Carol, eu já te disse que tenho muitos vestidos, não preciso de mais roupas. - Falou sendo puxada pela irmã.- De jeito nenhum. - Falou parando em frente a uma vitrine com vestidos chamativos. - Hoje você vai arrasar.- Lana? - Chamou uma mulher elegante fazendo a garota se virar sorridente.- Edith? - Respondeu cumprimentando a mulher. - Olá!- Oui! - Respondeu a mulher em francês. - O que está fazendo aqui?
Leer más
Capítulo 14
- Nossa! Pensei que teria que sair atrás de vocês. - Disse Gael vendo sua irmã caçula entrar no quarto do hotel cheia de sacolas. - Onde está Lana?- Está vindo aí, esqueceu uma sacola na recepção. - Respondeu Carol se jogando no sofá.- Por que demoraram tanto?- Compras meu querido irmão, eu queira fazer compras e mais compras. Depois fomos no salão e você não vai acreditar na surpresa que temos. - Disse animada. - A Lana, ela...- Nossa Carol, não sei como você consegue gastar dinheiro comprando tantos sapatos. - Disse entrando e deixando Gael boquiaberto.- Eu não d
Leer más
Capítulo 15
- Uau! Fazia tempos que não saíamos assim só nós dois. - Falou Jason se jogando no sofá do amigo.- Cara, verdade. - Disse Brian se jogando no chão suado.- E mesmo assim te dei uma surra hoje no boxe. - Falou rindo. - Você nunca foi bom com artes marciais.- Qual é! Eu até te acertei uns bons socos. - Disse Brian se sentindo ofendido.- Anran. Sei. - Falou caminhando até a cozinha. - Confessa. Você apanhou até não aguentar mais. - Disse abrindo a geladeira e tirando uma garrafa de suco de laranja.- Ok! Senhor Rock Balboa. - Disse Brian levantando e aceitando o copo que o Jason entregou a ele. -
Leer más
Capítulo 16
- Senhor Jason, boa noite. - Cumprimentou Rebeca. - Não sabia se voltaria para casa hoje e também não sabia o que fazer em relação a...- Amore, você voltou para casa, finalmente. - Interrompeu Elisabetta descendo as escadas.- Eu tentei avisar, mas não encontrei o senhor. - Respondeu a empregada.- Tudo bem Rebeca, pode ir descansar, não vou mais precisar de você por hoje. Avise ao Henry que sairemos assim que o Brian chegar.- Sim senhor, com licença.- Elisabetta não sabia que estava aqui. - Disse sendo sufocado com um beijo pela moça.- Ora amore m
Leer más
Capítulo 17
- Qual é Carolyne? - Falou Gael irritado. – Sempre faz isso. Você nos obrigou a ir a essa festa, mas vamos acabar chegando no fim se demorar mais aí dentro. - Por que ela precisa demorar tanto? - Indagou olhando para Lana sentada no sofá.- Somos mulheres. - Respondeu tranquila.- Você é mulher e já está pronta. - Disse apontando para ela. - Por sinal, está linda. É sério Lana, não me faça ter que bater em mais alguém enquanto estiver nessa cidade.- Owww! - Falou levantando para beijar de leve seu irmão. - Você sempre foi ciumento. Não precisa se preocupar, não pretendo deixar nenhum homem se aproximar de mim. Prometo.

Leer más

Capítulo 18
- Já tô indo. - Gritou Carol levantando desajeitada atrás do seu celular que tocava sem parar. - Mas, que merda. - Gemeu a garota quando chutou uma poltrona. - Eu já estou indo. - Gritou mais alto fazendo seus irmãos acordarem.- O que está acontecendo? A guerra civil invadiu nosso quarto? - Indagou Gael sentando na cama com Lana ao seu lado.- Espero que seja algo que realmente vale muito a pena você aí do outro lado ou então eu vou te matar. - Falou Carolyne irritada.- Mas que merda Carol, precisa gritar? Você sabe que odeio ser acordada dessa forma. - Falou Lana colocando um travesseiro sob a cabeça. - Eu vou te matar.- Ahhhhh! É claro que vamos quer
Leer más
Capítulo 19
- Bom dia Scott. - Falou Jason saindo do elevador.- Bom dia senhor. - Respondeu o segurança.- A Lana onde está? - Indagou como sempre.- A Lana está de licença, o senhor a liberou na sexta, lembra? - Indagou o segurança confuso.- Claro! Claro. Força do hábito. - Disse o chefe constrangido indo para sua sala.Jason entrou na sala entranhando o vazio por não ter sua assistente ali para lhe desejar bom dia com seu cappuccino e suas reuniões matinais. Sentou na cadeira frustrado ligando seu computador para começar a trabalhar.- Com licença senhor Jason. - F
Leer más
Capítulo 20
- Você tem certeza que vai ficar bem? - Indagou Gael pela décima vez segurando sua irmã pelos ombros.- Sim Gael. Eu vou ficar bem. - Respondeu sua irmã parada em frente do prédio que trabalhava.- Sabe que posso vir a qualquer momento não sabe? - Indagou sincero.- Eu sei Gael, mas sua mulher deve está morrendo de saudades. Eu vou ficar bem. - Disse ao ver seu irmão a encarar sério.- Vai me ligar todos os dias? - Perguntou de novo.- Todos os dias. - Respondeu batendo continência. - Gael, é sério. Tá tudo bem. - Falou sendo apertada nos braços do seu irmão.

Leer más