CASA DAS ALMAS

CASA DAS ALMASPT

Léo Pajeú e Léo Bargom  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
8Capítulos
768leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Pedro Beato é um pesquisador de histórias sobrenaturais do sertão, junto com Ana Gomes e João do Jeep eles vão desvendando e se envolvendo em histórias sobrenaturais da região. Pedro Beato e seus amigos vão parar em uma cidade conhecida por suas belezas e contos, mas que guarda mistérios, vultos, espectros, ectoplasmas, bruxos, tudo isso envolvendo uma jovem Cristal,

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
8 chapters
CASA DAS ALMAS
CASA DAS ALMAS          Está presente nessa edição o conto “Casa das Almas”. Narrativa que mescla desde a ficção ao suspense, ao mistério à imaginação. Nesse conto, temos Léo Bargom explorando a Imaginação e todas as suas facetas, em CASA DAS ALMAS. Um conto sensitivo e reflexivo, mas, de uma forma ou de outra, desperta no leitor alguma forte emoção.          A narrativa, “Casa das Almas”. Muitos conhecem histórias de ficção científica, aparições, espectros, ectoplasmas, vultos, um romance de ficção gótico com inspirações do movimento romântico. A Casa das Almas segue uma mesma tendência, mas já em outros t
Ler mais
Capítulo I ORIGEM DE PEDRO BEATO, ANA GOMES E JOÃO DO JEEP
Capítulo I ORIGEM DE PEDRO BEATO, ANA GOMES E JOÃO DO JEEP “Existe uma busca constante da raça humana na confirmação da interação entre espírito e matéria”.           O Seminário já não parecia o próprio, Pedro já não sentia a mesma atração, suas ideias, pensamentos já eram tidas como anormais dentro do Seminário, a maioria dos seminaristas já não se aproximavam, faltava pouco, as intensas aulas de filosofia e teologia já tinha o enchido de argumentos e pensamentos. O Sertão guardava muitos segredos, todos os dias se conhecia um, tudo no Sertão parecia pertencer a dois mundos, o material e o espiritual, e por incrível que parecia, mu
Ler mais
Capítulo II ALMAS REJEITADAS
Capítulo II ALMAS REJEITADAS Iniciação          O restaurante Aliança à beira da estrada em um fim de tarde cinzento estava cheia de clientes, dois carros abasteciam no pequeno posto de gasolina próximo, enquanto algumas pessoas matavam a fome no pequeno restaurante, parecia à última parada antes de seguir caminho para Triunfo pela PE 320, apesar do Caldo de Cana Sabor do Sertão ficar bem à frente, que se podia apreciar caldo de cana, outro ponto que valeria uma visita seria a Cacimba de João Neco já na PE 365, que fica um pouco fora da estrada, mas chama atenção sua engenharia para se obter água no sertão. Apenas pouco mais de vinte quilômetros, depois de trezentos e noventa e poucos quil
Ler mais
Capítulo III A Chegada das almas
Capítulo IIIA Chegada das almas           Os cinco jovens já tinham passado pelo o centro da cidade de Triunfo e seguiam pela estrada empoeirada e esburacada que dava no sítio.         Enquanto o carro ia desviando de alguns buracos, levanta poeira na pequena estrada, a noite vai sugando o dia, assumindo o mundo em volta da serra. A diversão dentro do carro é intensa. Renata mais contida é chateada por Rodrigo, que não perde um instante sem fazer gozação, ainda se lembrando da Velha Senhora do quiosque.         Claudia chama atenção de Rodrigo:    - Rodrigo deixa a Renata em paz? Parece que estar apaixonado por ela
Ler mais
Capítulo IV O Espectro Negro
Capítulo IV O Espectro Negro           A noite parece longa, o tempo não passava e Renata inquieta, com os olhos assustados, ficava sentada em um canto da casa, envolvida com a capa de Pedro Beato aguardando algum sinal.          Pedro Beato tentava acalma-la, mas nada adiantava, parecia que Renata estava aguardando o Espectro Negro aparecer do fundo escuro da floresta e arrastá-la para o Senhor das Almas Rejeitadas.         Um uivo sonoro invade toda a serra, chamando atenção de Pedro Beato e Ana Gomes, que rapidamente cercam Renata, tentando protege-la de algo desconhecido, mas naquele instante é apenas um uivo.     &nbs
Ler mais
BIOGRAFIA
BIOGRAFIA       Leonires Barbosa Gomes (Léo Bargom) nasceu em Iguaracy-PE, a 5 de fevereiro de 1961. Antes de completar 10 anos de idade, os seus pais levaram-no para Brasília onde permanece até hoje.       Cresceu por entre livros, gibis e outros tipos de leituras, gosto incutido em si pela mãe desde a tenra idade. Da leitura à escrita foi um longo passo, e foi no ciclo secundário que começou a criar poesias. Aos 15 anos passou a conhecer melhor a ditadura brasileira e sofrer influência dos escritores e grandes festivais de músicas.      Com 17 anos iniciou a aventura de escrever uma poesia, mas a noção de que lhe faltava vocabulário, conhecimento e vivência levaram-no a reconsiderar tal tarefa. Era ainda novo para tal empreendimento.   &nb
Ler mais
O MISTÉRIO DAS MORTES NO POÇO FUNDO
Capítulo I O MISTÉRIO DAS MORTES NO POÇO FUNDO          Pedro Beato começou a subir os degraus da igreja São Sebastião em Iguaracy, quando chegou ao último degrau, parou e olhou sobre o ombro para sua esquerda e avistou a “bodega do Vicente” ainda vazia.         Vicente varria vagarosamente a calçada, a lentidão naquela manhã parecia ser cúmplice do dia que parecia longo.         Pedro Beato desceu os degraus em direção à bodega, tirou o chapéu em feltro preto, segurou por sua aba e bateu em sua perna direita como se quisesse tirar algum resto de poeira do chapéu e de suas roupas, se aproximou de Vicente e o cumprimentou: &
Ler mais
A BOTIJA AMALDIÇOADA
A BOTIJA AMALDIÇOADACAPÍTULO IO ENTERRO           O Sítio da Cruz fica no final da estrada sem saída, pois a grande estrada, antes se fazia em duas, uma légua antes, apesar de uma placa sem muita visibilidade informando, muitos viajantes iam parar em seu final, tendo que voltar para seguir outro caminho. Senhor Pedro não gostava muito dessas pessoas que iam buscar informações em sua casa no Sítio da Cruz, isso o colocava como uma pessoa ranzinza e agourenta, pois, alguns sofriam acidentes graves, quando pediam informações e novamente seguia seu caminho.          Para muitos o Sítio da Cruz carregava alguma maldição, recebia poucas visitas e a sequências de crianças que não sobreviviam após alguns dias do nascim
Ler mais