Índice
56 chapters
Capítulo 10
— Bryan, que surpresa, achei que não viria. — Me virei o olhando, ele não tinha uma expressão muito animadora. — Vim fazer uma surpresa para o meu padrinho, mas parece que cheguei em uma má hora, ele está bêbado, a festa está um caos, brigas, tiros, coisas quebradas, a polícia em breve vai chegar aqui, porque com certeza alguém chamou. — Ele foi caminhando em direção a mim, eu sentia meu coração acelerar a cada passo, parecia que iria sair pela boca. Eu estava perdida. — Mas, o que veio fazer aqui em cima? Não deveria estar lá embaixo com os outros convidados?— Não sou curiosa como os outros, e eu... Estou procurando a Madson, ela disse que iria ao banheiro mas já faz muito tempo, não está lá embaixo então resolvi procurar aqui em cima.Leer más
Capítulo 11
Jason mandou que saíssemos do escritório e que o deixássemos sozinho, Melissa e eu relutamos muito, ele parecia tão nervoso que não sabíamos o que ele poderia fazer, mas nos obrigou a sair, empurrou nós duas até o lado de fora e trancou a porta. Não tinha muito o que fazer, só investigar o que tinha acontecido, Madson não perdeu tempo, se juntou com Christian e foram para o jardim olhar nos computadores as câmeras de segurança que talvez tivessem gravado algum dos roubos, tanto o nosso quanto na festa do Scott.Enquanto isso, Melissa e eu andávamos pra cima e pra baixo na tentativa de lembrar alguma coisa suspeita nos últimos dias, se havia acontecido algo que passou despercebido, mas era difícil de lembrar, tudo parecia ter ficado em perfeita ordem, e também, estávamos tão ocupados com o plano do roubo que não focamos em outra coisa.Leer más
Capítulo 12
Decidi que não falaria nada ainda sobre minha conversa com o Nicolas, queria não ter um pingo de suspeita dele, ao mesmo tempo que pensava que meu irmão não era capaz daquilo, me lembrava que ele foi muito bem treinado pelo meu pai e era capaz de tudo. Mesmo não gostando de nada daquilo, Nicolas aprendeu a ser como meu pai, forte, inteligente, calculista, sem contar sua enorme inteligência. A folga já havia acabado, Jason queria todos de volta ao trabalho, os meninos voltaram aos seus postos, Madson e Christian voltaram as investigações, eu, Melissa, Matthew e Jason ficamos no escritório olhando alguns papéis. Ainda tinha tantas coisas para resolver, ficava me perguntando porque não tínhamos secretarias para essa função, aí me lembrei o motivo, ninguém era
Leer más
Capítulo 13
Senti um cheiro forte de álcool no nariz, era bem incômodo. Aos poucos ia abrindo os olhos, ainda estava com a visão um pouco embaçada, mas vi Olivia ao meu lado segurando um algodão, a empregada com o frasco de álcool na mão, e o segurança, possivelmente foi ele que me colocou no sofá em que eu estava.— Já podem ir. — Olivia disse entregando o algodão à empregada. — Obrigado aos dois.— O que houve? — Perguntei me sentando.— Você desmaiou, não se lembra?Ao escutá-la me lembrei, Alice tinha acabado de chegar na sala, com aquela roupinha e aquele sorriso lin
Leer más
Capítulo 14
— Eu… Bom, é que, eu estava saindo do banheiro e vi a porta entreaberta, o vento deve ter aberto a janela e derrubou os bonecos da penteadeira. Eu não consigo ver nada bagunçado, dizem que sou perfeccionista. — Ela me olhou um tanto confusa. — Me desculpa, não devia ter feito isso.— Não tem problema, eu te entendo, também sou perfeccionista e não consigo ver nada fora do lugar. — Suspirei aliviada ao notar que ela tinha engolido minha mentira. — Jason te ligou, na terceira chamada eu tomei a liberdade de atender, achei que era algo muito urgente.— E o que ele queria? — Perguntei descendo as escadas junto com ela. — Nada demais na verdade, só queria saber como você estava, já est&a
Leer más
Capítulo 15
Jason McKaneSeria a primeira vez que Melissa iria a uma viagem de negócios sozinha, eu sabia o quão inteligente e habilidosa ela era, mas, ao mesmo tempo, me lembrava o quão séria era aquela reunião, e não sabia se ela estava preparada para aquilo.Durante o caminho de volta, voltei a pensar na Richel e no tal exame de DNA, metade de mim queria ajudá-la, a outra metade queria não correr riscos. Era difícil saber em qual parte de mim confiar.Quando cheguei em casa, ela estava silenciosa, chamei pela Richel, pela Madson e até pelo Matthew, mas não obtive resposta, estranhei, era cedo para terem ido dormir e os meninos irem pra casa.Leer más
Capítulo 16
Após dois longos dias no hospital em observação, finalmente ganhei alta e pude ir para casa, Jason estava muito atencioso, me ajudava a caminhar e perguntava a cada cinco minutos se eu estava me sentindo bem, Madson não era diferente, estava tão ou mais preocupada que ele. Era engraçado me ver naquela situação, eu nunca havia chegado a aquele ponto, tiros eu já havia levado, mas de raspão, e eu nunca precisei de tanta ajuda, também nunca recebi tanta atenção. Se meu pai me visse daquele jeito, certamente se decepcionaria, eu não fui treinada para levar um tiro daquela forma, ele perguntaria, como eu pude baixar a guarda, como eu não consegui manter o equilíbrio para não cair, diria que se eu tivesse sido mais observadora e mais forte, eu não estaria naquela situação. E ele teria razão, uma das maiores traficantes do país, não poderia ter se deixado abater daquela forma.Leer más
Capítulo 17
Após a conversa desconfortante com a Richel, Ryan voltou ao escritório e começou a encher minha cabeça com coisas do tráfico e do novo carregamento, eu não sabia se agradecia a ele por me distrair ou se mandava ele se ferrar de tanto falatório. Eu estava tenso, tinham tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo, muitas dessas coisas estavam saindo do meu controle, eu só queria um dia de paz.— McKane? — O olhei. — Estou a meia hora te chamando e você não me escuta.— Já ouvi tudo sobre o tráfico e o carregamento, o que mais você quer?— Viu? Não estava prestando atenção, faz tempo que eu não estou falando sobre esse assunto, estava falando da Richel. —
Leer más
Capítulo 18
Quase duas semanas haviam se passado, e nada de novo havia acontecido, tudo estava bem, bem demais para o meu gosto, a paz que reinava naquela casa era estranha.O tráfico estava indo bem, havia um novo carregamento chegando, tudo indicava que os negócios com Dominic estavam quase fechados, tínhamos novos compradores de armas interessados nas nossas cargas, quem olhasse jamais acreditaria nas coisas que passamos desde que iniciamos aquela união.Mas naquela manhã, a tensão era grande, finalmente nossa carga de drogas chegaria, e Jason colocou na cabeça que iria ele mesmo fazer a escolta do caminhão antes que passasse a fronteira. Era arriscado, mas nada que alguém falasse iria fazê-lo mudar de opinião.Leer más
Capítulo 19
Já na delegacia, estava eu, algemada, sentada em uma sala espelhada, apenas com um guarda me encarando, fazendo a supervisão. Ninguém aparecia para falar comigo, já fazia tempo que eu estava ali, não sabia onde o Jason estava e nem com quem, assim que chegamos naquele lugar, o levaram para um lado, e eu para o outro. O que mais me preocupava era o motorista do caminhão, ele sabia demais, e como não era a primeira vez dele, poderia me prejudicar muito mais, mesmo usando um nome falso para o comprador de várias cargas, seria prejudicial caso soubessem mais a fundo sobre aquilo tudo.Meus pensamentos foram interrompidos pela porta se abrindo e um policial entrando por ela. Se sentou à minha frente tendo atrás deles mais dois companheiros, um homem e uma mulher.Leer más