História de Alvinho 3

História de Alvinho 3PT

Maxy Lon  Em andamento
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
12Capítulos
290leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Alvinho possuía um dom extraordinário. Sua inte-ligência o torna conhecido como O menino de ouro. Cursa uma Faculdade na Área de Medicina e torna-se um médico conceituado. Seu sonho se torna realidade com a construção de um Hospital. Se casa com Laureana que também se torna medi-ca!

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
12 chapters
HISTÓRIA DE ALVINHO V.3
                                                                                                         HISTÓRIA DE ALVINHO                                                                 Versão 3                                                        O MENINO DE OURO             &
Ler mais
CAPÍTULO I - INTRODUÇÃO
Quem não viu, não conheceu ou talvez nunca tenha ouvido falar dele certamente se surpreenderá ao ouvir sua surpreendente história de vida.— Mas quem era ele afinal?— De quem se tratava?— Um Presidente?— Um Rei ou quem sabe até mesmo um bilionário desses que aparece nas manchetes de revistas apontando suas riquezas, com o intuito de mostrar quem lidera o rank mundial?Para quem não o conheceu pouco importa suas origens e qualidades.Não; nada disso!—Não era ou melhor não foi um presidente um rei nem tampouco um bilionário!Era um garoto dotado com o dom de uma sabedoria extraordinária mesmo antes de se ingressar numa escola. Acatava por vontade própria, desafios que buscava a decifrá-los com insistente dedicação e entusiasmo.Chamava-se José Alves — conhecido
Ler mais
CAPÍTULO II - SUA ORIGEM
Estevam parte deixando sozinha a doce e encantadora Mariana esperando o filho que certamente não iria conhecer a não ser que voltasse atrás de sua inconsequente decisão!A moça chorou muito e foi consolada pela avó que era para ela mais que uma mãe. Assim os dias se passam! Então nasce um lindo bebê do sexo masculino. Era ele José Alves — o Alvinho que crescia inteligente e saudável trazendo para a mãe e a avó, admiráveis surpresas e admirações.Aos quatro anos já sabe ler e escrever seu nome. Agradável surpresa e admiração para suamãe que não consegue entender como conseguira aprender sem que alguém o houvesse ensinado. Tamanha alegria para ela.Aos seis anos costumava revirar as gavetas onde havia alguns escritos do avô, pai de Mariana sua mãe. Era a men
Ler mais
CAPÍTULO III - PRIMEIRO DIA DE AULA
 Bem, o que aconteceu foi realmente inacreditável. Pegou o giz com tamanha firmeza e displicência. Digitou seu nome naquele retângulo negro fixado na parede e voltou para o seu lugar e sentou-se calmamente;Tanto a professora como a classe inteira ficaram tomados de espanto e admiração. As palmas, os abraços e os repetidos parabéns o deixaram incauto em meio a sua timidez! Estava lá, com traços perfeitos como de um designer seu nome escrito – José Alves. O popular Alvinho!— Disse a professora: onde e quando foi que você aprendeu a escrever seu nome assim com tanta perfeição?— Aprendi quando tinha quatro anos.Aprendi a ler também professora!— Incrível! Vocês viram isto? Mais que depressa ela pegou o giz e escreveu no quadro-negro a seguinte frase:O rato roeu a roupa do rei de Roma!Ler mais
CAPÍTULO IV - CONCLUSÃO DAS PESQUISAS
Logo no primeiro dia de férias não perde tempo. Sobe para o escritório, abre a velha gaveta da escrevinha e começa o trabalho de pesquisas. Eram papeis e mais papeis. Quase uma resma.Para agilizar mais o desempenho começa examinando apenas os que já haviam selecionado. Praticamente era tudo que precisava. Coloca a escritura dentro de um envelope de papel bem reforçado padronizado para o formato oficio.O documento servira de guia para tantos outros que iam sendo examinados e colocando os no envelope para serem usados quando necessário.Fazia tudo isto com muita calma e atenção. Era muito cuidadoso com o que fazia. Tomava como desafio, deveres e obrigações com severa responsabilidade.Ao examinar outros documentos, depara com um trecho que lhe despertou severamente a atenção. Falava sobre seu bisavô — Ernesto Machado de Alcântar
Ler mais
CAPÍTULO V - A FORMATURA
Torna-se, em pouco tempo um médico famoso, influente e um tanto prestigiado pela sua clientela e aos demais colegas de trabalho.  Os pacientes eram assistidos de uma maneira bastante honesta e respeitosa.  Em um de seus atendimentos de emergência foi solicitado a diagnosticar um paciente com uma aparência bastante preocupante. Seu estado de saúde inspirava atenção e cuidados. Ao verificar sua ficha de internação, descobriu que seu nome era Estevam. O examinou com os cuidados de um profissional da área da saúde.  Uma coisa, porém, o deixava pensativo! Há tantos Estevam na face de terra. Nada a ver uma coisa com a outra! Não importa os nomes: José, João, Miguel há tantos por aí? Mas uma insinuante curiosidade martelava sua cabeça deixando-a oscilante! Será?... Tao logo viesse a melhora daquele paciente, Alvinho ou melhor; Dr. Alvinho fez questão de interrogá-lo para saber mais sobre o seu estado de saúde. Assim o fez!
Ler mais
CAPÍTULO VI - VIDA NOVA
Assim que recebe alta no hospital reabilitado de sua enfermidade torna-se um novo homem.Graças ao empenho e competência do Dr. Alvinho — se vê curado de vez! Agradece a Deus por ter caído em boa hora naquele hospital. Ainda mais por ser atendido e assistido pelo próprio filho que não o conhecia.O destino o conduzira para as mãos de quem generosamente o cuidara. Agraciado e movido pelo perdão de Mariana volta para casa pra viver nova vida ao lado da família. Longe das viagens, das maletas de joias e bijuterias, buscava a se resguardar!Promete nunca mais agir como um irresponsável como fora no antes A autoestima toma conta de seu ego. Nova vida, novo homem.A família agora reunida outra vez sem nenhum vínculo de desconfiança e ressentimento, inicia-se os planos para o futuro. Muita coisa em jogo. O andamento dos projetos pendentes precisava agora tomar rum
Ler mais
CAPÍTULO VII - NOVOS TEMPOS
Um sonho que se tornara realidade no momento oportuno com a promessa de futuras tecnologias. Foi isso mesmo. Fora implantado em curto espaço de tempo, novos leitos, novas salas de cirurgia, novos equipamentos e uma considerável ampliação na equipe medica! Tudo isso, graças a grande competência e responsabilidade que sempre teve em toda sua vida. Sempre convicto de que não poderia ser de outra forma, o ritmo acelerado que doravante conduz o progresso e a evolução do Hospital.   Dr. Alvinho sempre fora bem visto e recomendado pela sua grande clientela. No entanto, um tanto grato pela forma com que sempre foi bem tratado por todos. Por isso, não deixava passar em branco, sua generosidade para com todos seus clientes. Apesar do grande avanço e sucesso pelas constantes e eventuais realizações, não escondia seu lado afetivo.  Embora seja essa uma qualidade particular e conservadora, própria de sua identidade familiar, sente em seu int
Ler mais
CAPÍTULO VIII - ASCENSAO DE JOSÉ ALVES
— Um Rei ou quem sabe até mesmo um bilionário desses que aparece nas manchetes de revistas apontando suas riquezas com o intuito de mostrar quem lidera o rank mundial?— Nada disso! José Alves era um menino que fora criado somente pela mãe — Mariana Alves e sua avó Donata.Cresceu sem conhecer o pai pois este o deixou bem antes que ele viesse ao mundo. Sua ausência por mais que doesse, não interferiu em seu desenvolvimento Herdou desde criança uma inteligência notavelmente superior. Um dom especial capaz de fazer com que se desenvolvesse rapidamente nos estudosAos quatro anos de idade já sabia ler e escrever seu nome e muitas outras palavras. Ao que fez com que adquirisse certos conhecimentos precoce, além de ser um grande observador de tudo ao seu redor. Vasculhava minuciosamente cada item, textos, figuras e imagens de toda natureza buscando uma resposta p
Ler mais
CAPÍTULO IX - ATÉ QUE ENFIM
Durante a sessão no desenrolar de progressão das imagens Dr. Alvinho explica a ela o significado de cada quadro da apresentação.Parece que o destino armara para os dois uma armadilha com o alvo direcionado para a flecha do cupido! Coincidência ou não, o clima entre eles se incendeia a cada olhar, a cada pergunta ou resposta.Ambos buscam decifrar o conteúdo desse encontro de negócios, cheios de surpresas e segundas intensões.Assim que termina a sessão, voltam para o quarto onde sua mãe está internada e a encontra em condições de voltar pra casa. Porém, os preparativos para o recebimento de alta do Hospital, fica para o dia seguinte.Os dois se despedem e Laureana é surpreendida com um beijo no rosto por Dr. Alvinho. O médico volta para sua casa e ela um pouco perturbada, procura se descansar no quarto de sua m&atil
Ler mais