Rainha de Fogo e Gelo

Rainha de Fogo e GeloPT

Victoria Lucchesi  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
36Capítulos
505leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Tess Hayne perdeu tudo. Mas não está disposta a perder Damian, seu parceiro de laço. Para isso, vai usar tudo de si para ganhar a aposta com Maeve para que possa se salvar e salvar todos os feéricos. Enquanto isso, uma praga começa a se instalar entre os feéricos e um deles é atingido.

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
36 chapters
Capítulo Um
"Meu único amor, nascido do meu único ódioConhecido por acaso e tarde demaisComo esse monstro, o amor brinca comigoApaixonar-me pelo inimigo"-Romeu e Julieta, William Shakespeare......................................................As costas dela doíam por causa do catre de barras duras e o colchão fino. Não havia travesseiro e a única coisa que a impedia de congelar até a morte era um trapo em forma de cobertor.Maeve a havia prendido em seu corpo humano para evitar que ela destruísse pedra por pedra das masmorras.T
Ler mais
Capítulo Dois
Ver Alek novamente era como ver Finnick. Tess já não sentia os mesmos sentimentos e, ao que parecia, ele também não.Alek mantinha um braço ao redor da cintura de Reana, enquanto ela descansava distraidamente a mão em seu peito.Tess sentiu-se feliz por ele.Ela o abraçou forte e ele a abraçou de volta. Ele não tinha nem metade da força de Rowan, mas o abraço ainda era de esmagar costelas.O cheiro dele ainda era o mesmo e Tess podia ter chorado por isso. A saudade de Alek era ainda maior do que a de Rowan." Droga, Tess. Se você for sequestrada de novo, eu mato você. " Alek riu com a próp
Ler mais
Capítulo Três
Maeve se sentava num imponente trono de cristal e ônix. Ela usava um vestido azul-escuro e uma capa de cor grafite se estendia sobre seus ombros. Na cabeça, uma coroa de vidro e algum material preto que Tess não conhecia. A rainha também usava um sorriso frio no rosto.Mora usava um vestido vermelho-vinho e uma coroa de gelo adornava sua cabeça. Ela não fazia questão de esconder sua felicidade em ver Tess naquela situação.Mas Mab era quem mais chamava atenção. Ela vestia preto, uma cor que não combinava com seu cabelo loiro reluzente. A coroa de cores parecia deslocada comparada ao vestido. Quando Mab ergueu o olhar, Tess soube o porque do vestido. Luto. Luto pelas irmãs e pelo juízo. Tess gostou ainda mais da rainha por aquele pequeno ato
Ler mais
Capítulo Quatro
O auge do inverno havia chegado e o tempo todo, a cada segundo do dia, o vento chicoteava o exterior do castelo.Tess se encolhia, tremendo, e xingava alto toda vez que uma nova rajada passava pelas barras da janela minúscula.Um guarda piedoso havia lhe dado seu manto de veludo preto. Mas nem isso era capaz de fazê-la parar de tremer.Tess tinha certeza de que, se estivesse na forma feérica, não sentiria frio. Mas estava presa no corpo humano por uma maldita pulseira bonita.Pelas contas dela, faltavam menos de doze horas para o desafio de Damian. E cada hora que passava era uma agonia.Pensar em Damian perto de Maeve sem que Tess pudesse fazer nada? J&aac
Ler mais
Capítulo Cinco
Os guardas a arrastaram até o lado de fora.Na maioria dos castelos, haveria um jardim ou um bosque ali. Mas não no Castelo Negro, de Connacht.No quintal de Maeve, havia um penhasco de forma afunilada. Era tão profundo que, vinte metros abaixo, a neblina encobria o fundo, fazendo com que fosse impossível saber ao certo a profundidade. Mas era profundo o suficiente para fazer as entranhas de Tess tremerem. O chão passava de cascalho para terra seca e ia afunilando até uma ponta extremamente fina, que cabiam, no máximo, duas pessoas de pé.Mas era profundo o suficiente para fazer as entranhas de Tess tremerem.Maeve estava corajosamente--ou imprudentemente-- parada na beira do pen
Ler mais
Capítulo Seis
Tess dormiu por dois dias.Seu cansaço e exaustão eram tanto mentais quanto físicos.Ela odiou Maeve mais ainda por sequer conseguir se fazer andar até a porta e pegar sua refeição. Respirar era difícil e doía.Tess também não fazia idéia de como havia sido levada até sua cela ou se Maeve teria feito maos alguma coisa com Damian.E ela teve certeza de que, se ela tivesse feito, arrancaria o próprio braço para poder transpassar o corpo da rainha com uma lança de gelo. Ou talvez de fogo. Ou ambos, se fosse possível.Ela levou dez minutos para conseguir se sentar e mais vinte
Ler mais
Capítulo Sete
Três dias.Três malditos dias até a prova.Mas Tess aproveitou aquele dia, cada mísero segundo dele.Era cedo, muito cedo, quando Rowan escancarou a porta da cela dela.Tess levantou a cabeça com dificuldade. Ela viu que o sol havia nascido há pouco tempo, e por esse motivo xingou o guerreiro de um nome tão feio que provavelmente até os mais bêbados do Garras de Tigre--a taverna preferida dela em Holirya--a olhariam boquiabertos." Vejo que está de bom humor. Ótimo.  Levante-se." Rowan disse." Não consigo. " Tess resmungou antes de deixar a cabe&c
Ler mais
Capítulo Oito
Ela estava deitada ao lado de Damian, meio dormindo e meio enrolando seu indicador no cabelo já comprido dele vagarosamente.Damian roncava baixinho, sua cabeça apoiada no peito de Tess de um jeito que a fazia apoiar o queixo no topo da cabeça dele.O sol se punha devagar, banhando toda a cela em laranja vivo. Um vento uivou lá fora e Damian aumentou levemente seu aperto na cintura dela.Tess sabia que logo teria que ir embora, mas não conseguia deixá-lo. Deixar Damian seria como deixar um pedaço de seu próprio coração naquela cela imunda e fria, quase tão fria quanto a dela.Tess ouviu passos calmos no corredor e enrijeceu o corpo. Era hora de partir.Ler mais
Capítulo Nove
Tess estava grata por um banho, por não mais cheirar como um porco e por uma refeição decente.Também estava grata por poder comer e ficar o dia todo com Damian, Alek, Krisa e Liam.Segundo Alek, Reana estava com Maeve. Ela havia sido convocada de manhã, quando as rainhas acharam uma feérica doente, mas viva, com as mesmas marcas carmim. Maeve queria saber se a garota poderia curar a feérica.Mas Tess tinha quase certeza de que Reana não conseguiria e logo a feérica morreria. Logo, as rainhas voltariam para o castelo. Logo, ela receberia o relatório de seu olheiro e o homem diria que Tess ficara o tempo todo na cela, assim como Damian.Ou era o que queriam que o olh
Ler mais
Capítulo Dez
Não houve banho ou roupas limpas desta vez.Tess foi arrastada pelos guardas com as mesmas roupas imundas e mal-cheirosas que usara durante a semana.Ela não se importou de verdade. Por sorte, as mangas da túnica cobriam as manchas carmim de seus braços.Uma criada lhe entregou um manto pesado e cinza e, quando os guardas abriram a porta, Tess viu que nevava.Ela se livrou da mão do guarda que a empurrava e enterrou os dedos na neve. O bracelete em seu braço queimou, como se seu poder estivesse se agitando dentro dela. Era como em Avilan, quando ela quase conseguira se livrar do bloqueio de Damian enquanto discutia com Syena.Aquilo nã
Ler mais