Alma e coração

Alma e coraçãoPT

Lukas Aires  concluído
goodnovel16goodnovel
0.0
Avaliações insuficientes
20Capítulos
793leituras
Ler
Adicionado
Denunciar
Resumo
Índice

Depois de enfrentar um mundo de obstáculos, tramas, perseguição digital e ataques nas redes sociais, finalmente David e Nina tem a oportunidade de se conhecer melhor, e vivenciar um breve vislumbre de paz e harmonia, quando passam a morar juntos. Ela conhece o mundo dele de perto, a fama, o público, as alegrias e tristezas de uma vida sem privacidade. a chegada da vacina contra o covid-19 em dezembro de 2020, veio consigo a esperança de tempos melhores, e de uma vida de volta à "normalidade" também para o casal, que mal podia imaginar que o da pandemia tinha sido apenas um ensaio para o que estava por vir em 2021... Irão eles mais uma vez conseguir permanecer juntos? Irá esse amor resistir a tantos vendavais? Irá o amor prevalecer contra tudo e todos? Venha descobrir essa aventura junto conosco!

Ler mais

Você também vai gostar de

Comentários Deixe sua avaliação no aplicativo
Não há comentários
20 chapters
De volta à normalidade
Noite de sexta-feira, 7 de maio de 2021, palácio central, Londres. Uma limosine preta chega em frente ao local, onde se aglomeravam dezenas de pessoas. A gritaria começa, a correria dos fotógrafos indicava que alguém importante estava chegando. As luzes que apontavam para a porta do carro eram tão fortes, que dava para cegar qualquer um. De repente a porta se abre, David Nichols sai do carro ajeitando a gola de seu terno preto. Em seguida ele estende a mão para alguém dentro do carro, era Nina Dahl quem dessa vez estava a sair do veículo. A multidão se agita ainda mais e todos gritam o nome de David.— Está pronta?— Não.— Só não encare os fotógrafos, não olhe direto para as luzes, não faça caretas e não saia de perto de mim. Não solte minha mão. Respire Nina! Vamos.Nina estava vestindo um vestido preto de ombro único, era longo e feito de paetê, diferente e sexy na medida certa. Seu cabelo, preso num coque alto bagunçado, com alguns cachos de cabelos caind
Ler mais
Buchichos
David e Elo retornam até Nina, que estava super envergonhada pelo que acabara de acontecer, ela mal consegue levantar a vista para olhá-los; não por que era tímida, insegura ou coisa assim, mas em relação a eles, sua luta era interna, estava perplexa consiga mesma: “Quem anda por aí molhando as calcinhas no meio de centenas de pessoas”? — Pensava enquanto olhava suas mãos entrelaçadas em suas pernas.David a observava enquanto ela estava petrificada. Antes que ele tivesse a oportunidade de abrir a boca, ouviu a voz de Elo pergunta-lhe :— Aconteceu alguma coisa, Nina?—Não! Não, aconteceu nada. Por quê?— Você parece apreensiva...—Está tudo bem! Eu só estou um pouco cansada, só isso! Vai ficar tudo bem!— Cansada? Não vai me dizer que quer ir embora? Vai perder o melhor da festa
Ler mais
Malditos paparazzis
No dia seguinte, os tabloides e os demais veículos portadores de fofocas sobre as celebridades, estavam eufóricos com suas manchetes sensacionalistas. Eles não pouparam esforços! Não escapou ninguém que lá esteve presente, inclusive Nina e David.Ele deslizava o dedo pela tela de seu telefone para frente e para trás, deitado em sua cama, vestido apenas em seu roupão de banho, já havia visualizado dezenas de sites que lhe foram enviados por seus assessores de imprensa. Nina, o trouxe café da manhã na cama, e apesar de  ter retribuído com um sorriso, ela não se convenceu de que aqueles dentes a amostra expressavam um sorriso verdadeiro.— Está tudo bem?—  Sente-se aqui um pouco, vamos tomar café primeiro.— Nossa, agora você me deixou curiosa!Nina pulou na cama e se acomodou ao lado dele e enquanto os doi
Ler mais
Banalidades
De volta as suas rotinas, Nina e David trabalhavam duro. Ela continuava trabalhando na área saúde na medida que possível, em locais especializados na batalha contra o coronavírus, enquanto tentava concluir seu doutorado, já ele vivia uma rotina tumultuada entre gravações para o cinema, para serviços de streamings e aparições públicas. Sem contar a publicidade em propagandas e entrevistas para divulgar os seus trabalhos.Nos meses que se seguiram, Nina tentava ao máximo levar uma vida normal, sem holofotes, recusava várias propostas de trabalhos que envolvessem fotos, campanhas de publicidades e até convites para participar de algumas séries ou filmes ela já estava recebendo. Na maioria das vezes nem comentava com David sobre isso, mas ele sempre ficava sabendo de um jeito ou de outro.— Oi, amor! Você chegou? — Nina correu até porta p
Ler mais
Entre anéis e taras
Nina estava se divertindo em família, com o seu amor aquela tarde, David seguia seus olhos que não paravam de olhar para o relógio e para a porta, ele a sentia apreensiva.— Está tudo bem?— Sim, obrigada por trazê-los aqui. Significa muito para mim, ter quebrado essa barreira, ver como eles são legais, me senti bem-vinda a sua família!— Não sentiu isso em dezembro, no Natal?— Claro! Eles são muito gentis, me trataram com muita educação, mas é diferente quando se é estranha e foi logo depois de todos aqueles escândalos, você sabe. Eu amei ter podido participar de uma celebração tão intima em família, ver de perto as tradições de uma família inglesa. Não tem preço!— Estou sentindo que você não consegue relaxar... É por causa da mam&ati
Ler mais
Visão do inferno
O fim de semana passou como um furacão .“Nada que é bom dura para sempre”, pensava David, ele não cabia em si de tanta felicidade e Nina também se sentia muito realizada.Algumas semanas a frente, ele viaja novamente para passar dois dias fora, sempre a convidava para ir junto a todos os lugares, mesmo que fossem á reuniões intermináveis em outros países. Ela ia com ele nos primeiros meses, mas depois foi ficando em casa, quando esses eventos eram dispensáveis.Na noite de segunda-feira, maio de 2021, o celular de Nina toca diversas vezes, “número desconhecido chamando”, ela estava cantando alto em sua banheira de espuma, escutando suas músicas preferidas da sua cantora predileta “Anitta”, que para ela era a maior artista do Brasil.O celular continuava tocando, vibrando até cair no chão, felizmente não quebrou a tela de prote&cce
Ler mais
Meros mortais
O mês de julho chegou, Nina, já havia trabalhado alguns meses na peça teatral, onde conseguiu o papel sozinha, sem a ajuda de nenhum super astro de Hollywood, ou alguém importante que pudesse dar-lhe regalias na hora de ser escolhida. David a ajudou com a parte burocrática e direitos contratuais, ele a apoiava, embora houvesse relutado um pouco ao saber do baixo cachê que receberia.Ele tentou convencê-la de que estava perdendo tempo e dinheiro desnecessariamente, quando havia várias outras propostas melhores com grandes franquias. David não entendia o porquê dela insistir em continuar trabalhando em seus projetos sociais na área da saúde, enquanto corria para fazer apresentações num teatro modesto no centro de Londres. Embora ela já houvesse explicado milhares de vezes.Vários produtores, diretores e olheiros já haviam assistido sua apresentaç&atil
Ler mais
Oscar
A festa mais esperada do ano entre os atores, que aconteceria primeiramente em fevereiro de 2021, foi adiada para abril de 2021,  mas agora estava acontecendo em julho, devido à pandemia e vacinação da população mundial. Esse era o ano em que David finalmente tinha  seu talento reconhecido, depois de tantas nominações e nenhuma vitória.Nina chega acompanhada de sua alma gêmea. Ele desce primeiro, vestindo seu smoking preto com uma gravata borboleta, e ela com um vestido strapless tomara que caia de vermelho de veludo, justo em seu corpo.  Seu cabelo num estilo molhado e solto, tão liso que as pontas podiam espetar qualquer superfície  e ela ainda usava um chale discreto combinando com sua bolsa de metal.O casal foi recebido com muito fervor entre o público e a imprensa. As pessoas já não gritavam somente o nome de David, mas o de Nina
Ler mais
Almas separadas
Chegando à casa dele, Nina parecia um zumbi, ele a conduziu até o quarto de hóspedes, estava literalmente com medo de que ela cometesse uma loucura. Não sabia se a instalava no andar de cima, temendo que ela pulasse de uma janela, ou se ficasse no andar de baixo e saísse na rua pela madrugada.Ele a aposentou em seu próprio quarto, pôs um colchão no chão e cedeu sua cama para ela. Ele falava com ela, mas ela não respondia, ele tirou seus sapatos, seu vestido, a levou para o banheiro, abriu o chuveiro e a banhou ainda vestida em suas peças íntimas. A água caía sobre a cabeça dela e desfazia o penteado, seus cabelos loiros, longos e pesados estavam encharcados pela água do chuveiro quente.Elo a enxugou, enquanto falava com Alexia ao telefone. Ele insistia que ela precisava de ajuda profissional. A assessora do casal pediu que ele não fizesse nada, inform
Ler mais
Encontros armados
O mês de julho passou lentamente. Parecia que as horas se arrastavam no tempo. Os dias não eram mais coloridos, o sol não brilhava mais pela manhã, ele não aquecia mais a sua pele latina, não alegrava o seu coração com seus raios luminosos. Os lagos não eram mais encantadores, as árvores não eram mais suas confidentes. Assim se sentia Nina ao ter que falar sobre os seus sentimentos em suas sessões de terapia.Havia se passado um mês e ela estava em depressão. Estudava dia e noite os seus roteiros, gravava até a produção cessar fogo. Comia sozinha em seu trailer, dormia a cada vez que era liberada das gravações. Podia dormir por vários dias. Ela fazia de tudo para demonstrar que estava bem, mas todos viam que não estava. Todos sabiam que era por causa de David. Alexia a visitara com frequência. Não po
Ler mais