Te Compro, Amor

Te Compro, AmorPT

Eder B. Jr.  En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
14Capítulos
114leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Acostumado a ter tudo que quer, Christopher acaba entrando numa nova realidade ao herdar toda fortuna do pai e a administração do seu império empresarial. O que ele não esperava era conhecer alguém e se apaixonar dentro desse mundo dos negócios. Para possuí-la ele passa a comprar tudo que está em seu caminho, até deixá-la sem outra alternativa que não seja se entregar a ele. As perguntas passam a ser: até onde chega esse preço e no final para alguém terá válido a pena esse valor?

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
14 chapters
Cavalgando
Não conseguia se lembrar exatamente o objetivo de sua viagem, se era cavalgar na fazenda, relembrar um pouco os velhos tempos em que ficou no interior, onde o horizonte nunca acabava e ele podia apenas sentir a emoção de controlar aquele animal, como quisesse, mesmo sendo tão poderoso, forte, veloz, ou se cavalgar, num outro sentido, onde ele sim era o animal, poderoso, forte, intenso, mas também era o dominador, era ele quem decidia o ritmo, quando parar, até se satisfazer. Eram tantas opções, naquele lugar ele tinha um verdadeiro cardápio. Ele gostava mais das que não faziam nada além de obedecer. Se ele mandasse agachar, ela agachava, se ele mandasse empinar, ela empinava. Se ele mandasse ela chupar, ela chupava. Exatamente do jeito que ele queria, sem inventar, sem ser criativa, sem falar nada, de preferência até sem gemer, talvez o mais discr
Leer más
Perda
- Mas que brincadeira mais sem graça, Dona Lourdes! Só porque eu falei que nem com a morte de alguém... Olha, se isso for... - Chris olhava as lágrimas escorrendo do olho dela e seu completo congelamento. Transtornado, olhou para a "virgem" e ela parecia aterrorizada. - Não, o velho Bill é invencível... Nada derruba aqui homem! Estava bem, com saúde de ferro! Seguro, nunca ninguém chega perto dele! - Tentava buscar alguma justificativa que fizesse sentido para aquela notícia que, para ele, era inaceitável.- Infarto fulminante. Mesmo sendo atendido prontamente, tentaram fazer massagem na hora mas...- NÃO! - Chris cortou a explicação de Lourdes com um grito ensurdecedor. - Não é verdade!Ele começou a andar pelo quarto, trajando apenas a espécie de sunga que ele usava. Tempestivamente, começ
Leer más
A Professora
 Chris não estava acostumado a perder. Tinha acabado de ter a maior de todas as suas perdas. Sua mãe se foi antes que ele pudesse sequer ter consciência de que ela tinha partido, era recém-nascido. Mas ele nunca tinha considerado que tivesse perdido algo que nunca teve. Figuras femininas para cuidar dele nunca faltaram, então, ele nunca teve a noção do quanto uma mãe fez falta em sua vida. Para sua sorte, segundo sua própria opinião, seus pais tinham um núcleo familiar muito reduzido e todos se foram antes deles. Como tinham um idade já mais avançada, quando decidiram concebê-lo, parecia natural, mas a realidade era que famílias como a dele, com estrutura sólida pelas gerações, tinham começado cada vez mais a reduzir seus herdeiros de forma consciente. Os casamentos, que nos primórdios, era
Leer más
O Velho Advogado
- Você vem produzida desse jeito para dar aula na faculdade? A Catarina que eu conheci jamais faria isso... A não ser... - Chris recepcionou Catarina diante do helicóptero, dessa forma. Depois de anos sem vê-la, seu primeiro impulso foi fazer aquele comentário. Ele pelo menos desceu, para que pudesse, após a frase, cumprimentá-la com um beijo no rosto e um aperto de mão. Havia mandado mensagem para que ela subisse ao heliponto. De certo, pensou que seria muito mais impactante essa imagem de reencontro.- Minhas alunas insistiram em me maquiar, acreditando que eu poderia conquistar um bilionário, ou que isso pudesse ser do meu interesse. Eu acabei aceitando, pois não faço ideia de onde esse maluco que me tirou do meio de minha aula pretende me levar. Se for a respeito de algum caso jurídico importante, o que eu suponho que seja, eu precisava ao menos estar apresentável. - Catarina explicou-s
Leer más
Substituta
- Fiquei com algumas dúvidas, Dr. Arnaldo, sinceramente, ao ver esse documento. Primeiro, não sei se tem sua participação nesse plano, o que te faria um canalha, traidor ou se foi incompetente, deixando que isso tudo acontecesse com meu pai, debaixo do seu nariz. De toda forma, como pôde perceber, me senti sem nenhuma confiança em vir aqui sem a companhia de uma terceira pessoa, uma advogada de confiança, para me ajudar a entender e descobrir até que ponto essa sociedade ainda é válida. - Catarina ficou um pouco espantada com a forma ofensiva com a qual Chris se comportou, mas achou muito atraente sua confiança e postura. Ela sempre tentava fugir desse tipo de homem, mas inegavelmente, na maioria das vezes, não conseguia deixar se achar sexy.- Me ofende quando chega a imaginar que eu pudesse trair seu pai. Fomos parceiros, sócios, amigos leais, por mais de 60 anos. Isso que você me
Leer más
A Faculdade
- Isso é uma paixão ou uma obsessão? No final das contas nem sei dizer o que poderia ser mais perigoso - Catarina perguntou para Chris, ainda dentro do helicóptero.- Não sei. Mas ela mexeu comigo desde o instante que a vi. A única coisa que aconteceu depois disso foi aumentar cada vez mais a vontade de tê-la para mim. - Chris respondeu e Catarina entendeu que ele não conhecia nenhum sentimento por alguém que não representasse posse.- O que te faz querer ter alguém, assim, dessa forma que você fala? - Talvez a mesma sensação que a gente tem quando sente fome e vê um prato que aguçaria todos os seus sentidos, mesmo se você não estivesse com fome? Quase que um instinto selvagem. - A comparação de Chris foi bastante estranha para Catarina, mas fazia sentido com o perfil que ela conhecia dele.- Eu acho que você precisa
Leer más
O Outro Lado
Não tinha sido nada fácil para Melanie cumprir aquele papel para o qual ela foi incumbida. Entregar uma proposta de acordo pré-judicial para alguém, ao final do funeral do pai era particularmente cruel, mesmo que fosse pra alguém que ela considerava desprezível. A forma como Christopher se portou, acusando, aliciando-a e ainda tentando flertar, foi repulsiva e lhe deu um alento, algum sentimento de absolvição em relação ao seu pesar.Mas ela ficou pensando em algo que ele disse sobre ser uma armadilha. Ficou remoendo o caso em sua cabeça e chegou a pensar que poderia fazer sentido. Em seguida deixou de lado esse pensamento, lembrando de todo mal que as empresas do Dr. Paulo tinham causado na vida de seu pai.- O que foi, neném? Está distante hoje... Não ouviu uma palavra do que eu disse não é? - Por sorte, ela tinha uma memória auditiva invejável. P
Leer más
Acordos
- Alô! Sr. Christopher? Parece que temos alguns primeiros números para buscar a solução dos nossos problemas... - Dr. Arnaldo acordou Chris que teve que  desvencilhar-se das duas garotas nuas que estavam sobre ele, para conseguir levantar e atender o telefone.- Que boa notícia! O senhor consegue ser mais especifico? - Chris perguntou, querendo saber mais detalhes, enquanto uma das garotas levantou atrás e começou a acariciá-lo.- Dos 10 autores da ação que exigiam partes das empresas, 6 já responderam os dados que eu enviei, demonstrando que eles teriam pequenas chances de ganhar, com a proposta de um acordo financeiro. Vou mandar os valores e se você autorizar, assinamos imediatamente, para não arriscarmos. Veja aí no seu e-mail, eu aguardo na linha.Chris tirou o telefone do ouvido e a outra  garota, que também entrou na onda da primeira, aproveitou para
Leer más
Derrotada?
Melanie tinha o costume de acordar bem cedo e correr no Parque que ficava quase ao lado de sua casa. Botava sua playlist para tocar, com seu fone de ouvido sem fio, que ela fazia questão que fosse o mais imperceptível possível, e ligava o som no seu moderno relógio que também cobria vestindo um par de munhequeiras para suor, tentando assim não chamar a atenção para possíveis bandidos.Nao vestia roupas justas. Tinha um pequeno estoque de roupas masculinas de ginástica, shorts e camisetas mais compridas, mas todas sem marca, com aparência de velhas e surradas. Prendia muito bem seu cabelo e costumava por um chapéu. Se alguém a conhecesse pessoalemnte não reconheceria e se não conhecesse, passava despercebida, parecendo ter no mínimo o dobro de sua idade e ela ser a pessoa que poderia representar alguma ameaça para alguém, uma louca dos gatos ou coisa parec
Leer más
No Estacionamento
Melanie não podia acreditar no que tinha acabado de acontecer. Num primeiro momento ela ficou furiosa com seus clientes e os fuzilou com o olhar. Pensou em pedir um momento com eles, antes de assinarem, dar uma bronca em cada um e aproveitar que Christopher havia saído da sala para cancelar aquela palhaçada. Mas acalmou-se, refletiu melhor. Ao que tudo indicava, Christopher sequer sabia o valor que significava o dobro do acordado anteriormente. Aquele montante era uma boa quantia, talvez significasse até algumas de suas empresas. Não poderia abrir mão de uma boa oportunidade dessas. Mesmo que o que seus clientes pediam era muito mais, ainda assim, por uma resolução imediata, sem riscos, era um excelente acordo para eles.- Sim, Dra. Catarina, não parece, mas o que ele acabou de fazer é uma vitória enorme para vocês. O primeiro acordo já era muito vantajoso. O dobro é quase que um so
Leer más