Meu Amor em Crise

Meu Amor em CrisePT

G. Grant  En proceso
goodnovel18goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
94Capítulos
166leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Valéria de apenas 15 anos, que por sinal é uma garota muito agressiva, se irrita por realmente qualquer coisa, o que quase sempre faz ocorrer brigas em sua sala. Até que o amor da sua vida entra na escola e a faz ser uma pessoa mais calma e menos agressiva. Mas com o decorrer da história, coisas acontecem e tudo volta a ser como era antes.

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
94 chapters
1
Hoje estava sendo um dia normal como todos os outros.Sabe? Eu até tenho amigos na minha sala, só que não são aqueles amigos que vivem conversando contigo, ou que você pode andar com eles no intervalo. São apenas aqueles caras da sala que se você precisar deles você pode contar. Porém eles apenas te enchem o saco. Pois é. Eu os odeio, só que não. Eu realmente não sei mentir, mas me admiro muito por conseguir mentir para eles falando que os odeio.O dia estava normal, como já havia dito antes. Até que durante a troca de aula, eu estava na minha, ouvindo música, e todos estavam fora da sala, na porta, conversando.Quando de repente um desses meus amigos chega perto de mim. Era o Gusman, ah tinha que ser ele.- Não pode ouvir música na sala.
Leer más
2
- Então eu acho que vou ir embora, eu tenho que estudar pra prova Val, essa é a primeira prova que eu estou com medo. – Disse ela me olhando- Ah Didi, fica aqui comigo? Por pelo menos mais meia hora? – Eu disse olhando para o povo que estava treinando para o jogo. Eu dei falta de alguém, mas acho que nem preciso falar quem era esse alguém.- Ok, eu fico. Mas dando 14h30min eu vou embora, porque tenho que estudar. – Disse ela sentando ao meu lado na arquibancada.- Awn obrigada Didi, - sorri - eu não posso perder esse jogo por nada. Quero muito ver esses meninos perderem.- E se eles ganharem?- Não tem problema, no próximo jogo eles perdem. – Eu ri.Ai meu Deus, aquele jogo não começava logo, já eram 14h00min! E a pessoa maravilhosa lá n&
Leer más
3
- EAE VALÉRIA! – Ah não, eu não tenho paz. Já não bastava segunda-feira eu agredir esse moleque e agora ele chega aqui, atrapalhando minha música.- O que, foi? – me levantei arrumando meu cabelo – O que você quer dessa vez?- Que isso Valéria? A gente nem pode mais dizer oi? – Disse Sky, vindo me cumprimentar com ‘toquinho’- Então oi pra você Sky. – apoiei minha cabeça na mesa novamente.- Nossa ta estressadinha por quê? – O Sky tava abusando da minha querida paciência. E o bendito do Gusman ficava rindo da minha cara. Firmeza.- Não interessa vocês não me entenderiam. – Eu disse ainda com a cabeça sobre a mesa.Ok, silêncio. Eu suspeitava que eles fossem fazer alguma coisa comigo, porém continuei com a cabeça baixa.Quando de repente senti duas bo
Leer más
4
Bom. Nem todos.Madu tinha me dado “bom dia!”, respondi ela com outro “bom dia”, mas sem carinha. Ela com certeza estranhou, porém eu disse que era sono, e ela respondeu falando que ia me ligar durante meu intervalo.Fui para o meu lugar. A sala estava uma zona. Até que o Sky chega querendo brincar de lutinha.- Rá! – ele estava na pose de luta – Vem, vem. Duvido você me acertar.- Não Sky... Agora não cara. – Eu disse olhando para o teto, eu estava praticamente deitada na cadeira.- Ahhh. Qual é Valéria? Cadê o espírito esportivo? – Ele disse colocando a cara na frente da minha.Desviei meu olhar do teto para os olhos dele. Qual é ele estava sorrindo. Ok vamos fazer uma criança feliz. (risos)- Ta bom Sky, você me convenceu. – Sorri, me levantando e indo dar a volta pela carteira para lutar com
Leer más
5
Vou me apresentar a vocês, antes de começar a contar as coisas.Bom, meu nome é Davi. E eu estou me mudando pra escola da Valéria. Nós somos amigos. E eu não posso negar que estou com um pouco de medo dela. Fiquei sabendo por ela mesma sobre a “quase briga” dela com os garotos da sala dela. Achei o motivo pra “quase briga” dela meio besta, mas foi até bom saber que ela se estressou com isso. É um belo de um aviso que ela é bem esquentadinha.Hoje, sexta-feira, cheguei na escola nova. Que belo dia para chegar na escola.Valéria não sabia que eu iria chegar hoje. E pra surpresa dela, eu iria estudar na sala ao lado da dela, na mesma da Dianna, a amiga dela.Fui para a sala, e escolhi um lugar, no fundo. Depois eu iria para frente conforme as pessoas fossem pegando seus lugares. Dianna
Leer más
6
Valéria:Primeira e segunda aula haviam se passado mais rápido que eu imaginava! Mas a terceira estava me matando.Era matemática. O professor era bem legal e animador, mas a matéria não.Faltavam apenas 5 minutos para bater o sinal do intervalo, quando o professor liberou a gente para fazer o que quisesse. Até que senti minha testa sendo atingida por dois gizes, um em seguida do outro. Nem precisei olhar pra saber quem eram os dementes que jogaram, pois Sky estava gargalhando e Gusman rindo. Sim, eu já conhecia a risada deles.Peguei os gizes do chão e fui correndo para a frente da sala, a sala já estava uma zona, e Sky e Gusman estavam com mais gizes nas mãos e tinham acabado de correr para o fundo da sala. Eu já estava rindo quando comecei a tacar os gizes neles. “YEAH!” comemorei quando ace
Leer más
7
- Por que esse povinho ta olhando assim pra vocês? – Era o Davi.- Bom, nós quase nunca descemos pra cá, então deve ser por isso. – Menti, eu raramente mentia. Bom, nem tão raramente, já que vivia dizendo para Sky e Gusman que os odiava.- Atá, e por que vocês quase nunca descem? – Ele perguntou curioso, enquanto já estávamos entrando na cantina.- Porque é a preguiça que deixa a gente assim. A gente odeia essas escadas, e a Val sempre chega ofegante na sala, então imagina ter que subir e descer essas merdas no intervalo também? – Meu Deus, Dianna estava mesmo estressada para ter dito isso num tom quase que sem paciência.- Hm. – Davi percebeu o estresse de Dianna, ele sabia que ela queria conversar comigo, mas não dava, já que ele estava ali.- O que vocês três vão querer? – A mo
Leer más
8
Valéria:Então é isso, já era segunda-feira. Cheguei na escola. Estranhei o som alto vindo da quadra. Geralmente o som só era alto daquele jeito no primeiro dia de aula do ano... Mas nem fui para lá, terminei de subir as escadas e quando olhei pra porta da sala da Didi, Davi tava lá encostado na porta e com um pé encostado na mesma, como se estivesse esperando alguém. Ele me viu e ficou me olhando da mesma forma, sem nenhum sorriso. Ta ai mais uma coisa estranha. Alguma coisa nessa escola tava acontecendo e eu não sabia.Bom, já que ele não tinha sorrido, experimentei passar reto na frente dele.- Você vai vir na festa de hoje à noite? – Ele disse colocando a mão na minha frente, o que me fez parar e olhar pra ele. Afinal, que festa?- Que festa? – Eu disse confusa.Leer más
9
Soltei minhas coisas no chão. Tentei me defender, eu só conseguia me esquivar! “Qual é Valéria” pensei comigo. E fui pro ataque. Consegui enrolar ele e dei uma chave de braço. Ele estava rindo, provavelmente ele iria me derrubar. E foi o que ele fez. Inclinou o seu corpo para frente, o que me fez cair deitada ao chão. Todos olhando, e tinha muita gente rindo de mim, porque estavam pensando que as coisas tinham acabado e Sky tinha “vencido”. Eu ainda estava deitada no chão, olhei para o professor, e ele estava passando matéria na lousa; olhei para Sky, e ele comemorava a “vitória” com os braços erguidos. Perfeito! Apoiei minhas pernas ao chão como se fosse levantar e puxei as duas pernas dele, o que levou ele a cair no chão. Sorri. “WOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOW” foi o que a sala gritou quando viu que eu tinha reagido. Me levantei.

Leer más

10
- Se você não falar mais esse nome, eu fico normal de novo.- Tudo bem. – Sorriu.Abracei ela e depois fomos para a quadra.Valéria:Depois de fazer as pazes com Davi durante o almoço ele me abraçou. Ele raramente me abraçava, ele sabia que eu não era muito afetiva.Fomos para a quadra e ficamos sentados na arquibancada conversando enquanto a professora não chegava.Depois de um tempo ficamos em silêncio...- Bom. Mas por que, dependendo de quem você vai se referir você fala: “garoto”, “guri” ou “moleque”? – Ele disse sorrindo e me olhando.- Hm. Então. É que pra mim existem esses três tipos de meninos. – Olhei para ele rindo. Ele riu.- Sério? – fez cara de surpreso – Por quê? E... Por que agora você usou “meninos”? – Riu.
Leer más