Depois da chuva

Depois da chuvaPT

Valete   En proceso
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
9Capítulos
172leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

"Eu nunca parei pra olhar para o céu, nunca pensei se gostava mais de calor ou frio até saber do valor da chuva, e perceber que talvez a melhor coisa na minha vida aconteceria debaixo dela. "  .・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・ .・゜゜・.・゜゜・ .・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜ ゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・.・゜゜・ ️ ・

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
9 chapters
Apresentação
Não sei como começar... Eu só peguei a caneta, pensei saber oque sentia e oque poderia dizer, mas não sei!! Esperava que o amor não fosse tão intenso, difícil, ou inesperado. Tentei por várias vezes não torná-lo um problema me desviando da possibilidade de me apaixonar, mas de repente... Bom! Deixa eu me adiantar...Preciso dizer tudo do começo, antes que comece a chover novamente, esta muito frio aqui na beira do mar, e não faço a menor ideia de como voltarei para minha cidade. Então vamos começar com os dez fatos sobre mim: 1 Meu nome é Kennedy. Eu era um garoto "normal ", de 18 anos que estava prestes a se formar. 3 Não tinha nada, além de uma bicicleta e uma cara de quem não estáva nem um pouco afim de viver, e pra ser bem sincero, nunca estive. Sou irônico, e as vezes até rude. 4 Vivo me atrasando, perdi aulas, perdi pontos e implorava pra não me reprovarem toda semana de prov
Leer más
O Guarda-chuva vermelho
 。.。:+*Já eram dez da amanhã de uma segunda feira ensolarada, a previsão do tempo disse que iria chover mas o sol queimava o asfalto da minha rua mórbida. Mesmo com o céu azul e o a luz do dia, ela parecia estar sempre morta, ou de luto. Os vizinhos nunca falam comigo, na verdade nem sei se eles existem , apesar das roupas no varal e a sujeira que jogam na calçada, nunca vi o rosto de ninguém por aqui , mas talvez eu que não tenha prestado atenção nisso até hoje . Das dez até as dez pras onze , eu me mantive na mesma posição,escorado na janela , esperando que alguma alma viva, ou até morta passasse por aquela rua esquisita . Na beira da janela subia a fumaça do meu café na caneca que lá estava apoiada , e os pássaros... Não havia nenhum. Pensava o quanto era assustador o modo como era silêncioso, calado, e sem uma alma se quer. Logo meu cel
Leer más
O início da tempestade
 *+:。.。Passei um bom tempo da viagem olhando para aquele cabelo ruivo. Tentava me concentrar na música, nos prédios, nas paisagens, mas meus olhos sempre paravam em um ponto ferrugem . Abri meu livro de matemática tentando dibrar meu cérebro o forçando a estudar para a prova, até que funcionou; Calculava a hipotenusa do triângulo dos infernos quando o ônibus parou na frente de um estacionamento de trailers, não me encomodei em olhar pela janela, até porque sempre passo nestes pontos e são sempre as mesmas paisagens , mas desta vez eu esqueci de um detalhe: Hoje não esta sendo um dia normal. Quando me dei conta de que estava sozinho novamente já era tarde demais, o ônibus já havia percorrido uns doze quarteirões depois daquele ponto de trailers , e a garota?... Nem resquícios daquele perfume. Corri até a cabine do motorista e me debrucei em cima da catraca -Pra onde?...Aonde aquela moça desceu?!!- assustado com o meu desesper
Leer más
Dama da noite
Dizem que o melhor perfume se limita a uma flor (ou planta), que só se discipa anoite e nunca sabem aonde está ou quando vai aparecer para se espalhar pelo ar , mas de fato, seria a melhor surpresa na matina. Eu concordo! Entramos depressa para nos esconder da chuva, na verdade...nem sei se a garota queria entrar, mas a puxei para dentro com a desculpa de -venha você está encharcada!!- Sendo que meu único objetivo era não perdê-la de vista novamente porque sabia que aquelas mãos macias eram dela e aquele borrão laranja era seu cabelo ruivo. Ficamos um tempo nos recuperando do susto, sem dizer nada, só parados na frente da porta,deixando a água dos cabelos e roupas pingar no assoalho e no tapete, limpei os óculos. Nem olhar nos seus olhos eu conseguia, mas.. Tive que me encorajar . -Qual...qual seu nome?- Perguntei  e logo sai tentando esconder as bagunças e coisas espalhadas pela sala-de-estar , antes que ela
Leer más
Inesperadas
Abre logo essa droga de porta!! Não ta vendo que eu to toda molhada?- Disse empurrando a porta e entrando sem mais delongas. -Poxa vida! Bati umas trinta vezes!!- -Eu tava conferindo se não to doido ouvindo batidas na porta no meio de um temporal...Mas pelo jeito você está né!- irônico? Talvez... -Para de ser escroto!! Só vim conferir se você não está morto...aliás não atende o celular!!- -Porque raios eu estaria morto?!- -Seila...voce não vê jornal? Casas sendo soterradas,alagamentos,desastres,gente se afogando, sendo levada pela água e por ai vai...ai fiquei preocupada de voce não ter conseguido chegar em casa, até porque você veio andando...ai te liguei pra saber se você está bem. Mas você não atende!!- Fiquei parado olhando pra Lissa pensando no quanto ela é chata. Ai uma coisa começou a me encomodar,não sabia oque era mas não deixe
Leer más
Primeira
Nem tudo têm a primeira vezE se nada consigo fazer, qual será a primeira vez para do não feitio?Em uma filosofia barata para tentar entender a tua lembrançaAo invéz de buscar a primeira vez do que há de exister uma primeira vez.Esquece de viver e se não viver, para que viver? Leo Memphis  No terceiro dia, quarta feira, a chuva já havia sanado pelo menos um pouco. Passamos o dia todo tentando montar um quebra-cabeça de duzentas peças ,uma tentativa falha de acabar com o tédio ja que não podíamos sair e na tevê não passa nada de interessante. Isabell me contou fragmentos de sua vida, nada que me permitisse conhecê-la completamente. Contou que nunca havia provado comida chinesa e nem bebida alcoólica, e enquanto nos matavamos para montar aquele quadro de Van Gogh tive uma grande ideia : porque não experimentar? No antigo quarto da minha mãe, havia escondi
Leer más
Última
Passei a mão de sua cintura até sua nuca , prendendo seus cabelos entre meus dedos, e ela fez o mesmo me arrepiando em todos os lugares. O gosto do vinho dançava de uma lingua pra outra e deixava seus lábios macios como veludo. Com o corpo colado ao dela não consegui esconder minha excitação , que encostava em sua coxa...mas a medida que crescia ,em sua barriga. Me senti um pouco desconfortável -Me...me desculpe...- Isabell olhou pra mim e sorriu. Se afastou um pouco do meu corpo, passou as mãos da minha nuca até meu tórax e começou a me empurrar devagar para trás. Hipnotizado andei , e sem que eu pudesse pestanejar tropeçei no sofá e cai sentado. Ainda tonto por causa do vinho ria da minha lerdeza e vía tudo girar em câmera lenta. Mas com passos minuciosos ela se aproximava . Não escondi o gemido quando Isabell se sentou no meu "colo" de frente para mim, mas foi abafado pelo beijo
Leer más
Adeus ano letivo
Me deitei no sofá desanimado , olhando para o teto pensando no que poderia ter feito de errado pra Isabell simplesmente ter ido embora. Peguei no celular para ver as horas e ainda eram 10:00 da manhã, junto as notificações de vários grupos da escola, havia uma de um número desconhecido com o início "Desculpa...assim do nada " . Abri o chat com pressa, ignorei os grupos e ligações não atendidas e entrei na conversa usando o pouco de esperança que ainda tinha .  "Quem poderia ser?" Pensei antes de perguntar : Meu pulmão se encheu de ar, esperei apenas uma letra I maiúscula para pular de alegria, mas...   Minha alegria não estava nem na esquina se quer ali no bairro, já havia ido embora antes do R de Rachel . Mas mesmo assim porque motivos uma amiga da Lissa me mand
Leer más
Uma carona pra casa
-Desculpe...quem você procura? - perguntou ela ainda me olhando. Diferente de Isabel sua voz soava como um trovão, uma mulher, não uma garota. Percebi que era bem parecida com Isa. -Não precisa se desculpar eu que confundi você com uma pessoa...mas por acaso você não teria uma irmã? --Tenho sim...porque?--O nome dela é Isabel?--... ... É sim...! --Arg...finalmente !!!- Falei olhando para cima - Estou procurando por ela,esteve comigo por uns cinco dias atrás e foi embora sem dar explicação. Ela está? --Não ,não está!Foi embora a algumas horas no seu trailer...--Embora?! Mas pra onde? E por quê?--sim...foi pra Ohaus! o porquê você já deveria saber... não estava com ela esses cinco dias?--Mas ela não me disse nada!--Então tambem não vou dizer!!-(Silêncio) Leer más