Aproveite a Noite

Aproveite a NoitePT

Cris Andrade  Completo
goodnovel16goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
29Capítulos
464leídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Com o seu coração partido após ter sido abandonado pela namorada, que até então ele achava que seria sua esposa no futuro, Gustavo aceita o convite de alguns amigos para uma noite de farra em um Pub. Rafaella é bartender, tem os cabelos azuis, braço tatuado e um sorriso capaz de encantar e seduzir quem cruzar seu caminho. Ele é mal-humorado. Ela é o antônimo disso. O que esperar de um romance entre pessoas tão diferentes, mas que se completam de uma maneira perfeita?

Leer más

También te gustarán

Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
29 chapters
PRÓLOGO
Gustavo Faz exatamente seis meses que eu escuto sempre a mesma coisa dos meus amigos.— Por que você não sai para se divertir um pouco? — sugeria João.— Sai dessa fossa, cara — insistia Carlos.Diziam que eu tinha parado de viver porque fui abandonado e traído, mas vejamos, Julia não me amava mais, tudo bem por isso. Na verdade, fico até feliz que esteja bem e curtindo a sua felicidade bem longe de mim. Não sou um cara amargurado que fica chorando e se lamentando pelos cantos.Entretanto, vamos cair na real, quem gosta de ser abandonado? Pois é, ninguém. Mas tudo bem, estou aqui e tenho que seguir em frente.Hoje aceitei o convite de uns caras do trabalho para sair e vamos para um pub badalado que fica na esquina do escritório. Estou com a minha cara amarrada, olhando para os meus colegas que se aglomeraram
Leer más
CAPÍTULO 1
Gustavo — Para onde você está me levando?— Para o ponto de táxi. Estou chutando a sua bunda bêbada rumo à sua casa, já que os seus amigos estavam ocupados demais para se preocuparem com você. — A voz dela é doce, porém saiu rude, com uma espécie de revolta.— Sua voz é linda — deixo escapar.Claramente não estou no meu estado normal.— Ora, muito obrigada, marrento. Agora me ajude a te ajudar. Vamos lá, segure-se em mim.Estou com um braço por cima dos seus ombros e ela me segura pela cintura. Com certeza sou pesado demais para ela, porém a ninfa de cabelos azuis não reclama nem um pouco do esforço que está fazendo ao me levar para fora do bar, notoriamente ou ela é muito gentil ou muito doida.Logo chegamos à calç
Leer más
CAPÍTULO 2
Gustavo Acordo sentindo uma dor de cabeça infernal, é como se uma escola de samba estivesse ensaiando para o carnaval dentro da porcaria da minha cabeça. Percebo que o meu despertador foi o barulho de uma cafeteira, e algumas portas batendo. Tenho o sono leve, mesmo estando de ressaca, coisa que não tenho desde o início da faculdade e me sentia feliz por isso. Sento-me no sofá e olho ao redor tentando reconhecer o ambiente.Ainda não acredito que fui capaz de me meter em tal furada. Por que diabos resolvi beber tanto assim? Esfrego o rosto com as duas mãos e tento arrumar os meus cabelos em um coque.— Bom dia, marrento!Olho para cima e dou de cara com a ninfa do meu sonho bêbado, então ela realmente existe, não foi apenas um borrão da minha mente claramente alcoolizada. Ao menos isso eu tenho de bom para lembrar da noite pas
Leer más
CAPÍTULO 3
Gustavo Se eu pensava que ia dormir horas a fio para curar minha ressaca infeliz e poder meter a cara nos livros novamente, estava muito enganado. Acordei com o barulho do meu celular tocando insistentemente. Era a minha agente. Agente essa que eu não queria.Ainda não acredito que tive coragem de aceitar este maldito trabalho extra. Mas aceitei, vida de estudante não é fácil e o meu emprego não rende grana suficiente para todas as minhas despesas. Só os livros da minha pós-graduação levam quase tudo, fora o aluguel do meu apartamento, comida... enfim, o trivial para se viver hoje em dia por conta própria.Ao menos uma vantagem em ter sido largado pela minha namorada é que os meus gastos diminuíram. Não que eu bancasse tudo quando saíamos, ela fazia questão de dividir e eu não via problema nisso. Nós sabem
Leer más
CAPÍTULO 4
Rafaella Não ouvi mais falar do marrento, melhor assim. Cara chato! Todavia, confesso que adoraria tirar todo aquele mau humor dele, mas caras que terminaram relacionamentos recentes são sempre um problema.Rindo, termino meu banho.Hoje é o meu aniversário, os meus amigos organizaram um encontro regado à cerveja de boa qualidade e muita comida, até porque, onde estou tem que ter comida; muita comida e conversa animada. Não seriam eles se não fizessem isso. Adoro nossos encontros, melhor farra não há. Paro em frente ao meu armário tentando decidir o que vestir e acabo optando por shortinho, regata que é só jogar uma jaqueta por cima e bota de cano curto. Capricho na maquiagem, gosto de marcar bem os meus olhos e um batom vermelho para destacar os meus lábios, brincos pequenos, alguns anéis, um pouco de perfume e
Leer más
CAPÍTULO 5
Gustavo O tempo voa quando tudo o que mais queremos é que ele passe devagar.Jogo o meu lápis sobre um livro entre vários abertos que estão na mesinha de centro da minha sala. O Notebook está ao lado, no suporte que comprei para ele. Os meus olhos estão ardendo, mal consigo enxergar uma linha do que está escrito na tela. Raciocinar a respeito, menos ainda. Retiro os meus óculos e largo junto de todo o material diante de mim. Suspiro. Aperto os meus olhos, estou imensamente cansado. A sobrecarga é grande.Alguns dias na parte da manhã, tenho a pós-graduação. O emprego como advogado é a tarde. E à noite eu aproveito para estudar a matéria acumulada e revisar as coisas do trabalho.Não lembro a última vez que dormi por oito... seis horas seguidas sem me preocupar com nada. Tenho tido apenas tr&eci
Leer más
CAPÍTULO 6
Rafaella O pub está tranquilo apesar de ser noite de uma sexta-feira que inicia o recesso nas aulas da faculdade próxima daqui. Na certa, alguns dos estudantes estão jogados no sofá ou na cama para recuperar o sono perdido nas noites de estudo.Não sinto muita saudade dessa época. Sorrio ao lembrar das diversas aventuras e noites de curtição com a galera. Era divertido, tive os meus momentos, apesar dos dias e noites em claro preparando TCC e apresentações. Amei ter feito administração, principalmente por ter sido o meu sonho desde a infância. Concretiza-lo foi mágico. Pena que trabalhar na empresa do meu pai não tenha sido tão bom assim. O lado bom foi ter descoberto que sou um espírito livre. Eu me encontrei e hoje sei que ficar trancada em um escritório não é para mim, não durei seis meses. Fa&cced
Leer más
CAPÍTULO 7
Gustavo Esse sorriso dela acaba com as minhas barreiras. Não acredito que estou tão nervoso. Vim até aqui entregar o presente e propor a ideia de lermos juntos. Pensei nisso quando estava comprando o livro, quero conhecê-la melhor e por que não começar com uma leitura compartilhada?— Que horas você sai hoje?— Daqui uns 40 minutos, mais ou menos, por quê?— Posso te levar em casa?Ela morde o lábio inferior, sua boca está pintada num tom de rosa escuro e é ali que meus olhos se fixam.— Pode — sussurra.Olho ao redor e vejo uma mesa num canto afastado que está vaga, na verdade, o lugar está calmo.— Vou me sentar naquela mesa e dar uma olhada no meu e-mail e quando você acabar é só me chamar.— Ok!Dou-lhe as costas e rumo para o lugar que disse
Leer más
CAPÍTULO 8
Gustavo As semanas passaram voando. Tenho conversado com a ninfa quase todas às noites. Nossa leitura em conjunto nos rendeu um bom início de amizade. Ela não é linda somente por fora, por dentro ela é mais deslumbrante ainda. É animada, brincalhona e tão sapeca quanto uma menina, mas sua inteligência é algo que tem me deixado completamente encantando, não sou o tipo de cara que fica intimidado por conversar com mulheres inteligentes. O tanto que ela tem de menina tem de madura. É uma pessoa centrada em relação aos problemas diários em uma sociedade como a nossa. Conversamos por horas a fio e nunca ficamos sem assunto, que por sinal vai além da nossa leitura. Já falamos sobre tudo, acho que sei mais dela do que um dia já soube sobre a minha ex-namorada. Assim como ela também sabe tudo sobre mim. Jamais pensei me abrir tanto assim pa
Leer más
CAPÍTULO 9
Rafaella — Mãe, a senhora gastou uma fortuna nisso tudo.— Tudo para você, amorzinho. Espero que tenha gostado. Podia pelo menos agradecer ao invés de ficar pensando em valores.— Ah, mamãe! Eu amei! A senhora sabe os meus pontos fracos, porém não posso...— Meu amor, nós não nos vemos com tanta frequência. Esse já é o segundo...— Terceiro — corrijo.— Isso! Já é o seu terceiro aniversário que não estou nem mesmo perto para lhe dar um abraço. Ainda por cima não consegui enviar tudo a tempo.— Eu entendo que a senhora gosta de acompanhar o papai, não precisa ficar me enchendo de presentes caros para compensar sua ausência — falo no meu tom de voz mais amável possível.Às vez
Leer más