REFÉM DE UM MAGNATA

REFÉM DE UM MAGNATAPT

Liliene Mira  Completo
goodnovel18goodnovel
0.0
Reseñas insuficientes
46Capítulos
8.2Kleídos
Leer
Añadido
Denunciar
Resumen
Índice

Coagida a fazer algo que ela não queria, por um homem que tinha acabado de conhecer, o caminho de Cecile Viana, encontra-se com o do poderoso magnata Andrew Castillo, que a toma como sua propriedade somente para atingir seu grande inimigo, seu primo Jonas Vitello. No entanto, basta o toque desse homem sexy e arrogante, para que ela perca toda a razão. Andrew, desperta em Cecile uma ardente paixão. No início era apenas uma vingança, mas, se transforma em algo mais, e, nenhum dos dois está disposto a abrir mão. “Sua vida estava nas mãos de um homem arrogante que ela não ousava amar”... Ou seria o contrário?

Leer más
Comentarios Deje su reseña en la aplicación
No hay comentarios
46 chapters
Prólogo
  — O que você quer comigo, Jonas? — Pergunto a ele mais uma vez em italiano, já acomodada no banco do carro. Confesso que estou bastante preocupada e com medo, não o conheço, entrei nesse carro contra a minha vontade. Eu estava na minha, mexendo em meu celular, a boate estava cheia, mas, eu não estava a fim de dançar. Foi quando Jonas se aproximou de mim, jogando todo seu charme, tentei resistir, no entanto, é difícil resistir quando um cara faz você se sentir a mulher mais linda do mundo. Pensando bem, só agora notei o quanto estou carente, se eu tivesse olhado bem pra ele, veria o quão fingindo ele é. O deixei me guiar entre a multidão, achei que estávamos indo para um lugar mais reservado. Eu queria beijar na boca, faz tempo que não sei o que é isso. Quando notei que tínhamos saído da boate, comecei a ficar em pânico. — Onde você está me levando? — Pergunto tentand
Leer más
Capítulo 1
   Olhando a mulher assustada a minha frente, não é difícil imaginar o que Jonas viu nela. Por mais que o seu corpo seja lindo, maravilhoso e suas curvas tentadoras, são seus olhos que mais me chamaram a atenção, o medo contido neles é disfarçado pela raiva e algo mais. Ela me avaliou dos pés a cabeça e suas pupilas dilataram-se involuntariamente, esse algo mais que eu notei em seus olhos, me remeteu a palavra desejo, porque é isso que eu sinto olhando esse seu corpo delicioso... “Pare de pensar dessa forma seu idiota. Eu instruía a minha mente.” — Aproxime-se! — Ordeno, mas, ela nem se digna a sair do lugar. — Eu disse para você se aproximar. — Aumento minha voz e ela se encolhe toda, antes de se aproximar de mim. Não sou de tratar mulher nenhuma mal, mas, não tolero quem brinca com minha vida e se ela veio a mando de Jonas, não é coisa boa. Nunca imaginei que poderia odiar tanto uma pessoa, ainda mais essa pessoa sendo da minha família. — Quem é
Leer más
Capítulo 2
— Solte-me. — Ordeno a ele, mas de nada adianta.— E por que eu faria isso? Estou gostando dessa proximidade. — Ele se aproximava cada vez mais, o cheiro do seu perfume me deixa tonta, eu não consigo entender como posso me sentir atraída por alguém que ia me machucar, se é que ainda não vai me machucar. Tento recuar, mas, estava imprensada entre ele e a mesa.— Non toccarmi! (Não me toque!)— Sei bellissimo la mia piccola. (Você é linda minha pequena). — Ele me acha linda. De alguma forma esse pensamento me alegrou.— Não sou tão pequena. — Não posso ser fraca e deixar esses homens fazerem o que querem comigo. Onde está o meu orgulho? — Afaste-se de mim, senhor.— Você não manda em mim, ponha-se em seu lugar. — Ele parecia irritado com meu comportamento. — Eu não lembrav
Leer más
Capítulo 3
— Mathew? — Grito por meu chefe de segurança.Estou na empresa, em meu escritório. Não dormi nada, desde que me mudei para o hotel que não durmo bem, minha casa está em reforma já faz seis meses, o chefe de construção me prometeu entregar nesse final de semana, é melhor que ele cumpra a promessa. Por mais que eu ganhe a vida construindo hotéis, não gosto de ficar muito tempo neles. É solitário demais.— Sim, senhor Castillo? — Mathew pergunta, interrompendo meus pensamentos.— Preciso que você descubra tudo sobre essa mulher. — Escrevo no papel todo o nome de Cecile e entrego a ele.— Para quando senhor?— Quero para hoje, Mathew!— Certo senhor.— Está dispensado. — Ele balança a cabeça confirmando. — Quando sair você diz a Paulo para vir at
Leer más
Capítulo 4
O olhar de desejo que Andrew lançou sobre mim, me deixou desconfortável e excitada ao mesmo tempo. — O que deseja, senhor Castillo? — Pergunto novamente, em frente a porta fechada, tentando conter o desejo que se apossou do meu corpo após seu braço roçar em meu seio por cima da toalha. — Por que estar de toalha senhorita Cecile? Ele parecia tão desconfortável quanto eu. — Eu já disse que estou esperando a sindica, ela vem buscar o dinheiro do aluguel, eu estava no banho, como ela é mulher, não achei nada demais abrir a porta assim, não esperava o senhor. — Acredito em você, mas, por sua causa está difícil me controlar... — Se controlar? Como assim? Ele se aproxima de mim, fazendo todo o meu corpo ficar em alerta máximo, agarra o meu braço e me puxa de leve em direção ao sofá. — O que você está fazendo? Se controlar para quê, senhor Castillo? — Eu quero te beijar senhorita Cecile, não consigo resistir. Eu
Leer más
Capítulo 5
— Paulo, algum recado para mim? — Pergunto parando em frente a sua mesa. — Alguns, Sr. Castillo. — Ele diz pegando um caderno em cima de sua mesa, procurou por alguns segundos os recados no caderno, em seguida voltou a falar. — O arquiteto ligou, disse que sua casa está pronta, só falta uns detalhes a ser resolvido, mas precisa que o senhor esteja presente. — Balanço a cabeça afirmando. — Sua ex-mulher ligou, mas, não quis deixar recado. Com toda certeza ela deve está querendo mais dinheiro. Pensei com raiva. — Algo mais? — Sim... — Ele diz, fazendo uma pausa. — Aqui! — Uma senhorita chamada Cecile ligou... — E o que ela queria? — Pergunto impaciente. — Ela não quis deixar recado, apenas disse que ligaria mais tarde. — Grazie, Paulo. — Digo tentando conter minha ansiedade. — Ainda faltam mais alguns recados Sr. Casti... — Se não for urgente, não precisa falar nada, Paulo. Separe os urgente e os importan
Leer más
Capítulo 6
— Eu não tenho nada para vestir, Livi. — Quando olhei para o notebook, Lívia revirava os olhos. — Assim você não ajuda. — Digo fingindo estar aborrecida. — Pare de reclamar Cecil, seu guarda roupa está lotado de roupas, garanto que você não usou nem metade. Não sei o que mais me frustra, não achar uma roupa do meu agrado ou ter mentido para Andrew que já estava a caminho — Penso demonstrando cansaço. — Espere que vou te ajudar Cecil, saia da frente, deixe eu ver seu guarda roupas. Saio da frente e deixo-a dar uma olhada, ela faz isso por um tempo, depois volta a falar. — Cecil, você precisa vestir algo que impressione, mas ao mesmo tempo não te deixe parecer desesperada pelo emprego. Balanço a cabeça concordando com ela. Lívia coloca a mão no queixo pensativa. — Humm... Que tal aquela calça jeans azul escura, ela te deixa gostosa, mas, ao mesmo tempo elegante, usa aquela blusa cinza, ela fica bonita com a calça e com aquele bla
Leer más
Capítulo 7
 Entrar na sala de Andrew, e, vê-lo sentado em sua cadeira, relaxado à minha espera, me deu um frio na barriga de uma forma que eu nunca havia sentido, seu blazer que descansava no encosto da cadeira, era preto e fazia par com sua calça, ele vestia uma camisa social azul e uma gravata de cor roxa com algumas listras, sua barba aparada e seu cabelo penteado para trás, formavam um belo conjunto. Era uma visão e tanto.“Como não se excitar com essa visão?”Até os homens devem sentir-se atraídos por ele, afinal, ele tem algo que aflora a imaginação de qualquer um.“Sexy demais para minha sanidade.”Naquele momento, dei graças a Deus por está usando blazer. Parece que meu corpo sabe quando está perto do Sr. Castillo, agora mesmo, meus seios estão duros e erguidos, e minha mente teima em imaginar Andrew os chupad
Leer más
Capítulo 8
— O certo a se fazer? — É a primeira coisa que consigo falar depois do breve discurso dela.— Sim, o certo a se fazer. — Ela afirma.— Lembra o que eu disse que ia fazer caso a senhorita fizesse isso? — Seus olhos crescem e por um momento noto medo neles.— O senhor não faria isso? Aquelas famílias não tem nada haver com isso.— Por que não pensou isso antes? — Pergunto irritado.— Não gosto de ser ameaçada, senhor. — Ela diz com raiva.Até com raiva ela fica linda, vai ser difícil ficar longe dela, agora mesmo estou me segurando para não agarrá-la e beijar essa sua boca gostosa.“Preciso mudar o rumo de meus pensamentos se não é isso mesmo que vou fazer.” — Penso frustrado.— E eu cumpro minhas promessas. — Respondo categórico.
Leer más
Capítulo 9
O que aquela mulher estava fazendo na empresa de Andrew? — Pergunto para mim mesmo curioso.Por um momento minha curiosidade sobrepôs a minha raiva. Certamente eu não esperava isso acontecer quando a forcei entregar aquela a pasta a Andrew.O engraçado é que ela nem queria ir, mas agora está trasando com ele. Penso voltando a ficar com raiva. Foi preciso colocar as algemas para que ela fosse entregar a maleta.Minha tigresa que tinha me dado essa ideia.— Se a vagabunda que você escolher resistir, coloque nossas algemas preferidas, quando você vir, tenho uma surpresa para você. Aquela mulher me domina, sempre faço as suas vontades. Então, eu fiz o que ela me pediu, naquele dia, eu iria comê-la de todas as formas possíveis. Meu grande ragazzo em minhas calças chega vibrou de ansiedade.Mas então, vi uma
Leer más